+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

10 conselhos para viajar com Seguro Viagem Internacional

Postado no dia: 18 de janeiro de 2017
10 conselhos para viajar com Seguro Viagem Internacional

Porque não podemos deixar nada ao acaso

É importante que, no momento de viajar, estejamos claros de muitos aspetos importantes, entre eles: informação sobre o destino, idioma, costumes do lugar, entre outras coisas.

Outro tema relevante é a segurança nas viagens. Há países onde esse aspecto é menos presente que outros e, devido a isso, devemos contar com um seguro de viagem internacional, em que podemos contar com os serviços que é oferecido para diferentes partes do mundo, como o Assist Card.

O planejamento de uma viagem têm muitos detalhes e não podemos deixar nada para última hora. Por isso, é preciso estar muito atento a tudo. A seguir, será apresentada uma série de conselhos para que as pessoas possam viajar da melhor maneira possível e evitar maus momentos:

Revisar todas as informação antes de partir: Conhecer o lugar que irá ser visitado pode ajudar a otimizar o tempo e ir direto aos lugares que se ficará durante a estadia. Além disso, tomar precauções quanto a segurança do local.

Documentação reserva: Se os documentos pessoais se perdem durante a viagem, é importante ter uma cópia dos originais na internet, para poder fazer o download de qualquer lugar em qualquer aparelho, o que evita qualquer transtorno.

A bagagem: Quando se faz as malas, as coisas mais importantes precisam ser levadas na bolsa de mão, tais como a documentação, aparelhos eletrônicos, entre outras coisas. Além disso, é recomendável colocar um cadeado na mala ou envolvê-la com plástico para evitar que aconteça de a violarem ou ser roubada. Por fim, é de extrema importância colocar uma identificação na bagagem para a reconhecer facilmente depois; caso ela não chegue ao destino, a empresa aérea poderá enviá-la novamente a você depois de alguns dias.

Registar-se como turista: Se a pessoa for a um lugar perigoso, o mais recomendável é notificar à embaixada de seu país de origem o itinerário da viagem, para caso aconteçam imprevistos como um mau sistema de comunicação ou por altos índices de delito.

Dinheiro em nota: Às vezes, os cartões de débito e crédito podem falhar. Por isso, é importante ter disponibilidade de dinheiro na mão para caso ocorra alguma emergência ou circunstância inesperada.

Seguro de viagem internacional: Para evitar problemas maiores, o melhor é ter um seguro de viagem que permita ser atendido em diferentes postos de saúde ou hospitais.

Telefones de emergência: Os números de contato podem ser vitais em qualquer emergência. Por isso, tenha sempre em mão os contatos mais importantes para poder resolver a situação o mais rápido possível.

Os hotéis: Pessoas que trabalham na área do turismo sabem que o cliente deve ser atendido da melhor maneira. No entanto, podem ocorrer inconvenientes. Por isso, deve se escolher o melhor hotel disponível.

Não ostentar: Não deixar à mostra objetos de luxo como câmeras, relógios ou celulares, além de vestir de uma forma mais singela para não chamar a atenção.

A saúde também sai de viagem: a vacina da febre-amarela é a única que é obrigatória, mesmo que ainda só em alguns países. No entanto, há muitos destinos em que ser cuidadoso por doenças como a malária, o tétano, hepatites, entre outros é primordial.

 

Todas as notícias