+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Concurso fotográfico sobre natureza está com inscrições abertas até 9 de dezembro

Postado no dia: 6 de dezembro de 2018
Concurso fotográfico sobre natureza está com inscrições abertas até 9 de dezembro
  1. Conservando a Natureza do Brasil, de Maria Tereza Jorge Pádua, é um dos livros do prêmio Créditos: Divulgação

Está no ar mais uma edição do Concurso Fotográfico WikiParques, a plataforma colaborativa sobre as unidades de conservação brasileiras. Desde a última segunda-feira (26/11), até o domingo (09/12), os amantes das áreas protegidas brasileiras terão a oportunidade de mostrar os seus talentos fotográficos.

Da cachoeira aos mares de montanhas. Do pinhão ao xique-xique. Da arara-azul ao lobo-guará. As unidades de conservação são palco da diversidade da fauna e da flora nacionais, que guardam paisagens naturais de tirar o fôlego. É essa riqueza natural que deve aparecer nas fotos dos participantes.

Neste ano, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza entra como parceira na premiação. O vencedor será escolhido por um júri formado pelas equipes do WikiParques e do site ((o))eco. A foto vencedora – revelada no Blog do WikiParques – levará um pacote com quatro livros sobre a natureza – um deles editado pela Fundação Grupo Boticário e o outro sobre a Reserva Natural Salto Morato.

Como participar

Para participar não é preciso uma inscrição formal, basta abrir uma conta no WikiParques e enviar as fotos. Todas as imagens enviadas para o concurso serão incorporadas ao acervo do WikiParques, ficando disponível no site através de uma licença. Basta acessar o site do WikiParques, ler as regras do concurso e enviar as fotos. Para se inspirar é possível também visualizar a galeria na Wiki com as imagens dos concursos anteriores.


Confira abaixo todas as obras  que fazem parte do kit:

Conservando a Natureza do Brasil, de Maria Tereza Jorge Pádua

O período entre o fim década de 1960 e meados dos anos 1980 foi único para as áreas protegidas do Brasil: foram estabelecidos mais de 9 milhões de hectares de unidades de conservação federais, especialmente na Amazônia; criadas as primeiras áreas protegidas marinhas; e implantado um amplo e representativo Sistema de Unidades de Conservação do Brasil. Maria Tereza Jorge Pádua foi uma das protagonistas dessa história e compartilha suas memórias neste livro editado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza – instituição da qual a autora é membro do Conselho Curador desde 1990.

Guia do Observador de Aves – Reserva Natural Salto Morato, de Fernando C. Straube, Leonardo Deconto e Marcelo Vallejos

O Guia apresenta 100 espécies de aves vistas na Reserva Natural Salto Morato, unidade de conservação mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, localizada em Guaraqueçaba (PR), maior trecho contínuo preservado de Mata Atlântica do Brasil. Assinam os textos da obra três reconhecidos ornitólogos brasileiros: Fernando Straube, Leonardo Deconto e Marcelo Vallejos. Com as informações apresentadas de forma leve e de fácil entendimento, sem linguagem excessivamente técnica, é  indicado aos iniciantes na atividade de birdwatching e aos interessados em começar a se aventurar no mundo das aves. Para esses públicos, o livro traz informações sobre como identificar diferentes aves, lista de equipamentos necessários para a atividade, comportamentos de um bom observador, além de dicas de horários e locais mais adequados para a prática.

Guia Aves do Brasil: Mata Atlântica do Sudeste, de John A. Gwynne, Robert S. Ridgely, Martha Argel e Guy Tudor

“Aves do Brasil: Mata Atlântica do Sudeste” é o segundo volume da coleção que retrata as aves brasileiras. Com 432 páginas, 927 espécies, 1300 ilustrações, o guia é um produto inédito, fruto do envolvimento dos maiores especialistas de aves da região e de alguns dos melhores ilustradores de pássaros do mundo. Apresenta mapas de distribuição de cada espécie e informa as que estão vulneráveis ou criticamente ameaçadas de extinção. A introdução de 30 páginas descreve os ambientes da Mata Atlântica e os desafios para a sua conservação.

Travessias: uma aventura pelos parques nacionais do Brasil, de Duda Menegassi

A obra é fruto de uma parceria entre ((o))eco e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e traz as reportagens produzidas pela jornalista Duda Menegassi, que percorreu 11 travessias em unidades de conservação federais. As trilhas acompanharam as comemorações dos 10 anos de existência do ICMBio.

 

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. Também promove ações de mobilização, sensibilização e comunicação inovadoras, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Todas as notícias