+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Governança e crescimento: Sicredi investe na qualificação de conselhos da Instituição

Postado no dia: 30 de Maio de 2017
Governança e crescimento: Sicredi investe na qualificação de conselhos da Instituição

Primeira instituição financeira cooperativa do Brasil aposta na formação de conselheiros e novos líderes

O sucesso e a longevidade de uma organização dependem da visão de seus gestores e da capacitação de sua equipe. Em uma cooperativa não é diferente. O Sicredi, instituição financeira cooperativa que está entre as 30 maiores empresas brasileiras, está investindo fortemente na formação e capacitação de seus associados que desejam trilhar o caminho da gestão cooperativa e conduzir o negócio ao futuro. A organização segue a metodologia do IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) para melhorar suas práticas de gestão em busca da perenidade e sustentabilidade do negócio.

De acordo com o presidente da Sicredi Participações S.A. e da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, o grande diferencial da instituição é justamente seu caráter cooperativo e participativo. “Diferente de outras instituições financeiras tradicionais, uma cooperativa é formada a partir da união de pessoas com interesses comuns, que buscam satisfazer necessidades econômicas e sociais. Aqui o associado pode se envolver na gestão do negócio de maneira ativa e vir a ser até presidente de sua cooperativa. Por isto a importância no reforço aos conselhos que ajudam a administrar nossas cooperativas. Esse modelo democrático é essencial para o nosso crescimento e para os resultados positivos que atingimos ano a ano”, analisa.

Para garantir que o sucesso e a perenidade de suas 117 cooperativas aconteça de maneira segura e profissional, o Sicredi desenvolveu programas para ensinar os diferenciais de uma instituição financeira cooperativa, em diferentes níveis. O “Crescer” e o “Pertencer” são programas de educação continuada que podem ser feitos por todos os associados. O conteúdo contempla os princípios do cooperativismo de crédito, o modelo de negócio, princípios da gestão, entre outros temas. Quem deseja se aprofundar no assunto pode coordenar núcleos que representam os associados de uma cooperativa nas assembleias de prestação de contas.

“A partir daí, é a comunidade que indica e vota em seus representantes, de maneira democrática e baseada no mérito do trabalho realizado na cooperativa”, explica André Alves de Assis, gerente de Programas Sociais da Central Sicredi PR/SP/RJ. Após ser eleito coordenador de núcleo, o associado pode ser indicado para fazer parte do Conselho Fiscal ou Administrativo da organização, que equivale à diretoria de uma empresa.

O conselheiro tem como objetivo fiscalizar as ações dos gestores, seja por meio da participação em reuniões e assembleias, ou na atuação nos conselhos de Administração e Fiscal – ações que fazem parte das boas práticas de governança, constituindo-se um direito e um dever do associado.

Diferente de outros tipos de organizações, como os bancos, as cooperativas de crédito são administradas por seus associados, que são “os donos do negócio”, além de usuários dos serviços por ela prestados. Portanto, manifestar sua opinião nos fóruns de discussão organizados pela cooperativa, deliberativos ou não, é a melhor forma de ampliar a sensação de pertencimento e propriedade e garantir que seus interesses serão ouvidos pelos dirigentes.

Lucas Simon, engenheiro agrônomo de Santa Maria do Oeste (PR), e de Max Ronaldo Scheiffer, de Turvo (PR) participaram Curso de Formação de Conselheiros realizado em Curitiba (PR), em maio. Com 32 anos de idade, ambos foram eleitos recentemente Conselheiros Fiscais da cooperativa Sicredi Planalto das Águas PR/SP. “Isso mostra que o modelo de gestão tem atraído associados mais jovens, interessados em fazer parte do futuro desse negócio colaborativo e justo”, argumenta André Assis.

Para Ivan Pavan, de Realeza (PR), Conselheiro Administrativo da Sicredi Fronteiras PR/SC/SP, ser escolhido pelos associados foi motivo de grande orgulho. “É gratificante ser indicado e eleito pelos associados da minha cooperativa. Esse modelo de gestão participativa é algo que me motiva a trabalhar sério e ajudar na condução do negócio, para oferecer as melhores soluções financeiras para a comunidade”, ressalta.

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,5 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 20 estados*, com 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.  Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br

 *Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Todas as notícias