+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii está entre finalistas do Prêmio Sesi ODS 2016

Postado no dia: 22 de novembro de 2016
Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii está entre finalistas do Prêmio Sesi ODS 2016

  1. Participantes do programa reutilizam materiais e aprendem novas técnicas de artesanato(Divulgação)

Premiação reconhece empresas que possuem projetos voltados ao desenvolvimento sustentável

Contribuir com a comunidade e buscar soluções sustentáveis se tornaram prioridades da maior parte da empresas brasileiras. Para promover projetos focados em melhoria da qualidade de vida, inserção social e democratização cultural, a A.Yoshii Engenharia criou, em 2006, o Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii, para organizar e consolidar as práticas sociais realizadas pela empresa.

O trabalho desenvolvido desde então colocou o instituto entre os finalistas na categoria terceiro setor do Prêmio Sesi ODS 2016, que reconhece projetos voltados à promoção do desenvolvimento sustentável. A premiação será realizada nesta quarta-feira, 23 de novembro, no Campus da Indústria, em Curitiba (PR).

O Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii promove diversas ações voltadas à comunidade, como oficinas, exposições e campanhas sazonais. As atividades seguem as premissas do Pacto Global e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, fundamentadas no tripé econômico, social e ambiental estipulado pela ONU.

Criando Arte

Um dos projetos desenvolvidos pelo Instituto Atsushi e Kimiko Yoshii é o Criando Arte, que reaproveita matéria-prima da construção civil e de resíduos domésticos para a confecção de artesanato. Aberta inicialmente para os familiares dos colaboradores da A.Yoshii Engenharia, a iniciativa atende hoje toda a comunidade de Londrina. Ao todo, mais de 900 pessoas participaram das oficinas.

Com aporte do Grupo A.Yoshii e apoio de outras empresas, as pessoas em situação de vulnerabilidade social – ou que estão em busca de uma oportunidade profissional – podem, a partir do curso, abrir uma possibilidade de criar uma nova fonte de renda e a inserção em uma outra profissão.

A iniciativa se destaca pelo seu impacto nas pessoas e no meio ambiente. De 2011 a 2015, foram reaproveitadas 4.000 barricas, 1.600 lonas e 10.000 folhas de jornais. Dados que comprovam o quanto a criatividade na destinação do uso de materiais e a valorização das pessoas podem trazer um retorno positivo para toda a comunidade.

Ou seja, além do cunho social, o Projeto Criando Arte tem uma forte conotação de sustentabilidade, já que esse material utilizado nas oficinas não é descartado no meio ambiente.

 

Sobre o Grupo A.Yoshii

A A.Yoshii Engenharia foi fundada há 51 anos pelo engenheiro civil Atsushi Yoshii, em Apucarana e transferiu sua sede para Londrina em 1979. No início, cresceu executando obras pelo regime de empreitada global para clientes como Banco América do Sul, Casas Pernambucanas e Banco Itaú. Atingiu outras cidades do País, como Recife, Salvador, Brasília, São Paulo e Porto Alegre e, atualmente, desenvolve obras de grande porte, como usinas de açúcar e álcool e fábricas de papel e celulose.

Com inúmeros empreendimentos residenciais realizados nas principais cidades do Paraná, se destaca pela qualidade e pontualidade na entrega. Em 2009, foi criada a Yticon, marca do grupo que foca no desenvolvimento de empreendimentos econômicos para quem procura seu primeiro imóvel. Em 2010 a A.Yoshii iniciou suas atividades em Maringá e, em 2015, em Curitiba.

Uma das características marcantes da empresa é atuar sempre com equipe própria na execução de obras. Com isso, a A.Yoshii se diferencia pela qualidade dos projetos, respeito aos prazos e atendimento ao cliente. O resultado figura em premiações e rankings: em 2016 e 2015 o Grupo A.Yoshii figurou entre as melhores empresas em Gestão de Pessoas de acordo com a Revista Valor Carreira. Em 2016 e 2014 a construtora foi classificada entre as 150 melhores empresas para trabalhar, segundo a revista Você S/A e obteve o melhor desempenho econômico na região Sul no setor de Construção e Engenharia de acordo com o ranking Valor 1000, realizado anualmente pelo jornal Valor Econômico.

Todas as notícias