+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Marilda Castanha conversa com jovens leitores no 19º Salão FNLIJ

Postado no dia: 20 de junho de 2017
Marilda Castanha conversa com jovens leitores no 19º Salão FNLIJ
  1. "Sem Fim", de Marilda Castanha(Divulgação)
  2. Premiada no Nami Concours, a obra estará no espaço Biblioteca FNLIJ Criança(Divulgação)
  3. O livro traz a convivência entre um homem e uma árvore(Divulgação)
  4. Conversa com Marilda Castanha acontece dia 27 deste mês(Divulgação)

Ação marca lançamento do livro “Sem Fim” no Brasil

De 21 a 28 de junho, a Editora Positivo participa do 19º Salão da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para Crianças e Jovens e leva um presente para os novos leitores: uma conversa com a ilustradora Marilda Castanha, autora do livro “Sem Fim”, premiado no Nami Concours, na Coreia do Sul. Esse encontro, que também marca o lançamento do livro no Brasil, acontece às 15 horas do dia 27, no espaço Biblioteca FNLIJ Criança.

Marilda Castanha representa o Brasil este ano no Nami Concours, concurso que destaca os maiores expoentes dos picture books – livros de imagens – do mundo. Sua obra “Sem Fim”, publicada pela Editora Positivo, foi a única selecionada no evento, cuja exposição dos livros premiados abriu na primeira semana de maio e prossegue até a próxima edição do concurso.

Reconhecida na categoria Purple Island, a obra concorreu com outros 1.777 artistas de 89 nações. O livro ficou entre os 150 selecionados de 43 países e ainda integra o catálogo que marca a terceira edição do evento. O local onde está sendo realizada a mostra, a Ilha de Nami, fica a cerca de uma hora da capital sul coreana Seul e é um destino ecológico e cultural do país asiático. Além disso, “Sem Fim” faz parte da exposição bienal internacional que integra o concurso: o Nambook Festival, dedicado aos livros ilustrados para crianças. Nela, as ilustrações premiadas são transformadas em ambientes interativos nas salas, cabines e corredores da Biblioteca de Nami.

Considerada uma obra interacionista, “Sem Fim” traz a convivência entre um homem e uma árvore, descrita apenas por ilustrações feitas com tinta acrílica e máscara de aquarela. No livro, que integra a coleção “História à Vista”, a autora promove indagações sobre harmonia e renovação, o real e o imaginário, e provoca reflexões sobre as possíveis transformações que podem surgir por meio da relação entre o ser humano e o meio ambiente.

“Sem Fim” é um trabalho que reúne a paixão da autora pelas suas “árvores inventadas” ao ser humano, bem como a um elemento silencioso: a caixa, que nada mais é do que uma bela metáfora para a consciência. O livro levou dois anos para ser finalizado e mostra a força de Marilda Castanha no desenho, com a cor amarela e os tons terra que lhe são peculiares. Ele também estampa a capa do catálogo da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para a Feira de Bolonha 2017 e, recentemente, recebeu o Selo de Altamente Recomendável pela entidade, além de integrar a lista dos “30 melhores livros infantis do ano 2017” na seleção da revista Crescer.

O livro “Sem Fim” (60 páginas, R$ 54,90) pode ser encontrado em livrarias de todo o Brasil e no site www.editorapositivo.com.br.  Além de promover o encontro da autora-ilustradora com os jovens leitores, a Editora Positivo participa do Salão no estande de número 34.

Serviço

O quê: Conversa com a autora-ilustradora Marilda Castanha e lançamento do livro “Sem Fim” (Editora Positivo).

Quando: 27/07, às 15h, no espaço Biblioteca FNLIJ Criança.

Onde: 19ª Salão FNLIJ, Centro de Convenções SulAmérica/Salão Nobre – Av. Paulo de Frontin, 01, Cidade Nova, Centro, Rio de Janeiro.

Horário: De segunda a sexta – 8h30 às 17h / Sábado e domingo – 10h às 18h.

Ingresso: R$ 12,00 (meia entrada para menores de idade, idosos e portadores de deficiência)

Sobre o FNLIJ

Em sua 19ª edição, o Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens é um evento que faz parte do calendário de escolas e famílias do Rio de Janeiro. Seu objetivo é destacar a importância da leitura literária junto aos professores, pais, alunos e filhos para a formação de leitores e para uma educação de qualidade, valorizando o espaço da biblioteca como o local por excelência para se ter acesso aos livros. Todas as crianças e jovens ganham um livro de presente, selecionado pela FNLIJ, na saída do evento.  Mais informações podem ser obtidas em http://www.fnlij.org.br/.

 

Sobre a autora-ilustradora

Marilda Castanha começou a ilustrar livros infantis no final dos anos 80. Em 1997 participou de um Seminário de Ilustração na Bratislava (capital da Eslováquia). Ilustrou vários autores, participou de exposições e, em 2000, com o livro “Pindorama, terra das Palmeiras” ganhou os prêmios Runner up (Japão), Prix Octogone (Paris) e no Brasil o prêmio Jabuti de Ilustração. Em 2011 ganhou novamente o prêmio Jabuti com o livro “Mil e uma estrelas” e foi selecionada para o catálogo White Ravens, da Biblioteca Internacional da Juventude de Munique (Alemanha). Participou de várias mostras da exposição Le Immagini della Fantasia, em Sármede, norte da Itália. Atualmente mora em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte, com o marido (o ilustrador Nelson Cruz) e seus dois filhos.

Sobre a Editora Positivo

Fundada há 37 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino e com o Conquista. Cerca de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

Todas as notícias