+55 41 3026.2610

NOTÍCIAS CENTRAL PRESS

  1. (Divulgação)
  2. (Divulgação)
  3. (Divulgação)
  4. (Divulgação)

Projeto, que completa 10 anos em 2018, foi inspirado no Teatro Grego Epidaurus

 

O Teatro Positivo foi indicado ao prêmio Obra do Ano 2018, do renomado site especializado em arquitetura, ArchDaily. Além do Teatro, concorrem ao prêmio outros dois projetos do Grupo Positivo: o Colégio Positivo Internacional e a Biblioteca Central da Universidade Positivo.

Esta é a segunda edição do prêmio, que visa reconhecer e premiar os projetos que causaram o maior impacto no meio arquitetônico em países de língua portuguesa. Entre a seleção inicial estão centenas de projetos oriundos do Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Os vencedores são escolhidos por votação popular no site http://oda.archdaily.com.br/br/2018. A primeira etapa, de definição dos finalistas, acontece até o dia 20 de março. Os 15 projetos com o maior número de nomeações avançarão para a etapa de votação, que encerra no dia 27 de março.

A Biblioteca Central e o Grande Auditório do Teatro Positivo concorrem na categoria Arquitetura Cultural, e o Colégio Positivo Internacional, na categoria Arquitetura Escolar. Os três projetos são de autoria do arquiteto Manoel Coelho, conhecido por ações no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUC) de Curitiba, além de prêmios e participações em eventos de arquitetura nacionais.

O Teatro Positivo, que completa 10 anos no dia 29 de março, foi inspirado no Teatro Grego Epidaurus, do século IV a.C., e é mundialmente conhecido por oferecer aos espectadores visão e audição perfeitas em qualquer lugar da plateia. Entre as principais características, pode-se destacar as coxias amplas, varas móveis, cabines de som, luz, projeção e tradução. Além disso, o espaço tem capacidade para 2.400 espectadores e é considerado um dos maiores teatros do Brasil. O edifício é composto de três grandes volumes que se relacionam e definem claramente os principais setores do teatro: foyer, plateia e palco. O revestimento externo contrasta e alterna o uso de concreto, vidro e pastilhas cerâmicas brancas com o arenito vermelho, pedra típica do Paraná. No palco, suas dimensões e completa infraestrutura cênica, incluindo fosso móvel para orquestra, possibilitam qualquer tipo de espetáculo – teatro, dança, orquestra, ópera, shows, palestras, formaturas, etc.

 

Sobre o Grupo Positivo

O Positivo nasceu há 45 anos, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua (Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica), graças à qualidade de seus serviços e produtos. Na área de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior – Graduação (Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia), Especialização, Mestrado e Doutorado. Mais de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Escolas de mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Tecnologia, a maior fabricante brasileira de computadores. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, tem filiais e representações em todo o Brasil e atende clientes no exterior. Na área cultural, conta com sete espaços destinados a eventos e exposições (Expo Renault Barigui, Teatro Positivo – Pequeno Auditório, Teatro Positivo – Grande Auditório, Expo Unimed Curitiba, Estação Eventos, Espaço Thá e Laboratório de Inovações Gastronômicas). O Grupo Positivo conta ainda com o Instituto Positivo, com foco em centralizar e potencializar as ações de responsabilidade social e investimento social privado das suas empresas e unidades educacionais.

 

Sobre Manoel Coelho

Formou-se em 1967, com a primeira turma do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná. Participou desde o início do processo de Planejamento Urbano de Curitiba, como estagiário do IPPUC – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, depois como arquiteto da equipe técnica e posteriormente como técnico consultor, desenvolveu uma série de projetos para a Cidade. Projetou as instalações da Universidade Positivo, com 15.000 alunos, em uma área de 440.000,00 m², que abriga os edifícios didáticos, esportivos, o Teatro Positivo e o ExpoUnimed Curitiba. Proferiu palestras em várias cidades brasileiras e em alguns países; foi homenageado na 5 ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo com Sala Especial e recebeu vários prêmios, destacando-se pelos projetos na 3 ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo; Selo de Excelência na 2ª Bienal Brasileira de Design e o Grande Prêmio pelo Conjunto da Obra no XV Congresso de Arquitetos Oscar Niemeyer, em 1997.

Teatro Positivo é indicado para prêmio internacional de arquitetura

Teatro Positivo é indicado para prêmio internacional de arquitetura

Projeto, que completa 10 anos em 2018, foi inspirado...
Saiba mais
Teatro Positivo completa 10 anos em março

Teatro Positivo completa 10 anos em março

Maior teatro paranaense já recebeu mais de 2 milhões...
Saiba mais