+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

UP incentiva empreendedorismo com espaço Coworking dentro do câmpus

Postado no dia: 21 de agosto de 2017
UP incentiva empreendedorismo com espaço Coworking dentro do câmpus

  1. (Divulgação)
  2. (Divulgação)
  3. (Divulgação)

Apoio de universidade é fundamental para ajudar empresas que estão começando a se consolidarem no mercado

Uma pesquisa realizada com mais de 12 mil jovens de 27 países, entre eles o Brasil, aponta que a geração Y, também conhecida como Millennials, é mais empreendedora que gerações anteriores. E muitas vezes, é nas universidades que estes jovens começam a exercitar este perfil empreendedor. As instituições de ensino superior precisam hoje estar em sintonia com este público, preparando o estudante não apenas para o mercado de trabalho, mas também ajudando os alunos a tirarem as ideias do papel. Nessa fase, aulas de negócios, mentorias, incubadoras ou aceleradoras são fundamentais para garantir o pontapé inicial.

Focada em empreendedorismo e na interação de estudantes dos diferentes cursos da instituição, a Universidade Positivo criou o Coworking Espaço Empreendedor. Funcionando dentro da universidade e com uma estrutura física à disposição dos alunos da UP, o espaço permite a troca de experiências e ampliação do networking, ajudando estudantes empreendedores a colocarem em prática suas ideias.

Para inaugurar o espaço, a universidade promoveu o concurso Seja um Coworker Residente, no qual diversos projetos de empreendedorismo foram inscritos. Seis deles foram selecionados e poderão ser desenvolvidos com o apoio de mentores especializados. Professores da UP e empreendedores de Curitiba vão oferecer assessoria nas áreas de negócios, tecnologia, finanças, jurídica e recursos humanos. Entre os projetos selecionados estão startups voltadas para venda de serviços culturais, energia renovável, comércio varejista, economia e ciências contábeis. Para garantir a interdisciplinaridade dos projetos, as equipes são compostas por alunos de diferentes cursos da universidade.

Para o professor Renato Buiatti, responsável pelo espaço Coworking, o objetivo é oferecer a alunos a chance de exercitar o empreendedorismo em todas as suas esferas. “Aqueles estudantes que têm boas ideias, mas não têm como tirá-las do papel, terão a ajuda da universidade para começar. Além da orientação de profissionais da área, terão à disposição uma infraestrutura sem custos como aluguel e outras despesas”, explica Buiatti. Os estudantes selecionados no concurso também terão contato com investidores-anjo e poderão conhecer de perto grandes startups de São Paulo, em visitas técnicas previstas para acontecer em novembro.

Esse tipo de apoio é, na maior parte das vezes, fundamental para o sucesso de um negócio que está começando. A Eng Hive, empresa na área de automação residencial, comercial e industrial, surgiu em 2013, dentro da Universidade Positivo, a partir da iniciativa de estudantes de Engenharia Elétrica. O diretor da Eng Hive, Guilherme Kmiecik, afirma que as assessorias exclusivas, nas áreas de Marketing, Gestão de Negócios, Finanças, Recursos Humanos, Jurídica e de Planejamento, que receberam da Universidade, desde o início, foram fundamentais para o sucesso e consolidação da empresa. “Sem recursos financeiros e conhecimento administrativo, com certeza já teríamos encerrado as atividades”, admite. Para ele, o patamar de maturidade em que a empresa se encontra atualmente levaria pelo menos mais quatro anos para ser alcançado fora da Universidade. “As assessorias mostraram formas, conceitos e atalhos para desenvolvermos um projeto estruturado capaz de se tornar algo viável no mercado”, conta.

A empresa conta hoje com uma equipe de 21 colaboradores e tem uma expectativa de faturamento em torno de 1 milhão de reais para este ano. “Isso representa um crescimento de 80% comparado com o ano de 2016”, comemora Kmiecik.

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 58 cursos de Graduação presenciais (31 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 27 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. A UP conta com sete unidades em Curitiba, além de polos de Educação à Distância (EAD) em 22 cidades espalhadas pelo Brasil. É considerada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a melhor universidade privada do Paraná, pelo quinto ano consecutivo.

Todas as notícias