+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Valmet estreia na 3ª Tissue World São Paulo

Postado no dia: 6 de novembro de 2019
Valmet estreia na 3ª Tissue World São Paulo

Realizado de 22 a 24 de outubro, principal evento do segmento recebeu as soluções da líder em serviços e produtos para as indústrias de papel e celulose

  1. O estande da Valmet demonstrou quatro das cinco tecnologias que disponibilizam para o mercado de tissueCréditos: Chaucer Wong
  2. O diretor de Automação da Valmet, Emerson Armani, participou de debate sobre a indústria 4.0 na fabricação de tissue com especialistas do setor Créditos: Chaucer Wong
  3. Os principais clientes da Valmet na América do Sul participaram de jantar exclusivo para conhecer tecnologias, serviços e automações para o setor de tissue Créditos: Chaucer Wong

A Valmet, líder mundial no desenvolvimento e fornecimento de tecnologias, automação e serviços para os setores de celulose, papel e energia, apresentou novos conceitos para papel tissue durante a terceira edição da feira e conferência Tissue World São Paulo, entre os dias 22 a 24 de outubro. Participando pela primeira vez do evento, o estande da companhia finlandesa demonstrou quatro das cinco tecnologias que disponibilizam para o mercado (papel convencional, NTT, eTAD e QRT), além de apresentar vários produtos das áreas de automação, serviços, tecnologia e vendas que disponibiliza para a indústria.

“Nossa missão foi demonstrar a flexibilidade que podemos oferecer, e que o segmento de tissue demanda. O nosso cliente precisa sentir o material, por isso, disponibilizamos amostras de papéis e responsáveis técnicos sempre disponíveis para explicações e relacionamento”, afirma o diretor da divisão de papel da Valmet, Rogério Berardi.

A Valmet realizou três apresentações na conferência da Tissue World. A primeira participação foi na mesa redonda sobre a indústria 4.0 com especialistas em fabricação e tecnologias, que analisaram a digitalização e outras inovações na fabricação de tissue, desde a utilização de fibras até a minimização de energia. O diretor de Automação da Valmet, Emerson Armani, debateu, junto com outros diretores e fabricantes, se o setor está suficientemente preparado para as oportunidades que esta nova era traz.

“Nós abordamos algumas questões da indústria que são muito importantes a respeito das pessoas, por exemplo. Estudos apontam que 60% das crianças nas escolas atualmente trabalharão em funções que ainda não existem. Temos responsabilidades no desenvolvimento dessas pessoas, pois vamos enfrentar a indústria 4.0 de qualquer forma. Temos que ter uma estratégia clara. Nós, os stakeholders desta indústria, devemos cuidar de assuntos como esse, sobre como se comportar neste novo ambiente e novo mundo, e como gerir as pessoas”, comenta.

No segundo dia de evento, o gerente de conceito de tissue estruturado da Valmet, Danilo Marcos, realizou a palestra “Esteja pronto para o amanhã – o futuro pode surpreender você”, na qual compartilhou as soluções da companhia finlandesa para produção de tissue premium e ultra-premium. “Desenvolvemos um equipamento híbrido, que oferece a flexibilidade de um papel igual ao convencional, mas de forma rápida pode-se produzir um papel premium, de maior qualidade, sem novas aquisições. O produtor consegue transitar neste mercado com apenas o câmbio de uma vestimenta, com agilidade e adaptabilidade”, explica Danilo. 

Finalizando a participação em palestras, no último dia de Tissue World o gerente global de serviços para Yankee da Valmet, o sueco Tommy Kallerdahl, falou sobre o “Revestimento metalizado de cilindro Yankee livre de cromo para a segurança das pessoas e do meio ambiente”. A Valmet é líder no mercado global em retífica e metalização, e no Brasil desenvolveu o Yankee Service Station, que realiza serviços de metalização on site. Estes serviços podem ser executados na estrutura alocada na Valmet em Araucária (PR), e também podem ser levados até a planta do cliente.

“Explicamos os principais objetivos deste produto, que são de remover as preocupações ambientais, garantir segurança associada aos produtos contendo cromo, e aplicar o revestimento com um processo semelhante ao atual, criando uma superfície adequada para a produção de tissue”, diz Tommy.

Flexibilidade e experiência

A Valmet reuniu seus principais clientes da América do Sul em um jantar exclusivo no restaurante Tantra, na noite do dia 22. Na ocasião, foram apresentadas diferentes tecnologias, serviços e automações para o setor de tissue. Profissionais da empresa aprofundaram os benefícios e explicaram sobre as recentes referências do mercado global, envolvendo, além da América do Sul, a Europa e os Estados Unidos.

“Vemos um grande dinamismo no segmento de tissue, uma vontade grande de crescer e um empreendedorismo que não encontramos em outros setores da indústria, de modo geral. Para acompanhar este movimento, buscamos sempre a inovação e a liderança para transformar recursos renováveis em negócios sustentáveis, e levar aos clientes as tecnologias que eles precisam. Este jantar celebrou esta relação de parceria e demonstrou de forma lúdica nossa flexibilidade para atender ao mercado”, conta o presidente da Valmet na América do Sul, Celso Tacla.

O cardápio, preparado pelo chef Eric Thomas, apresentou preparos no estilo mongolian grill e asian tapas que surpreenderam pela apresentação e sabor. Além da gastronomia, os presentes puderam preparar drinks, como o Pink Gin Tonic,  e apreciar a apresentação de uma bailarina no tecido acrobático, modalidade aérea circense.

Sobre a Valmet

A Valmet é líder mundial no desenvolvimento e fornecimento de tecnologias, automação e serviços para os setores de celulose, papel e energia, com mais de 220 anos de história e 13.000 funcionários. No Brasil, a gigante finlandesa está presente com quatro unidades. A gestão da Valmet na América do Sul está concentrada na unidade de Araucária-PR, com o suporte das unidades de Sorocaba-SP, Campinas-SP, Belo Horizonte-MG e Concepción, no Chile. www.valmet.com.br

Todas as notícias