Da tesoura às teclas: a evolução do clipping na assessoria de imprensa

*Por Mariana Blessmann

Peça fundamental na construção e manutenção da imagem de empresas, instituições e  indivíduos, a assessoria de imprensa e o relacionamento com a mídia vêm se transformando e se adaptando ao longo do tempo. Em um cenário midiático em constante evolução, a capacidade de monitorar e gerenciar a presença de marcas nos veículos de comunicação e na internet tornou-se crucial. Nesse contexto, o clipping, inicialmente uma atividade analógica de recorte de jornais e revistas, evoluiu significativamente, transformando-se em uma ferramenta indispensável e dinâmica na era digital.

Antigamente, a prática manual de recorte demandava mais tempo, esforço e uma logística complexa para reunir informações de diversas publicações – a maioria impressas. No entanto, com o avanço da tecnologia, o clipping encontrou nas plataformas digitais especializadas um aliado poderoso. A transição para o digital permitiu que as assessorias de imprensa aprimorassem suas estratégias de monitoramento. Plataformas de clipping on-line se tornaram populares, automatizando a coleta de notícias em tempo real e realizando os cadastros de forma organizada e prática. Esses sistemas rastreiam uma variedade de fontes, como sites, blogs, redes sociais, programas de TV e rádio, proporcionando uma visão abrangente e imediata do impacto na mídia. Além disso, a capacidade de análise em tempo real permite que as assessorias ajustem suas estratégias de comunicação de forma ágil, antecipando crises e criando oportunidades.

Certamente, a evolução do clipping não se limita apenas à coleta de informações, mas também à apresentação dos resultados. A produção e entrega de relatórios detalhados, gráficos e dashboards claros proporcionam uma compreensão mais profunda dos resultados. Isso permite uma análise estratégica e a mensuração efetiva do retorno sobre o investimento no trabalho de  assessoria de comunicação.

Neste contexto, podemos compreender que a evolução do clipping reflete a transformação digital, uma realidade em todos os setores da sociedade. Desde a prática analógica de recortes, quando sujávamos os dedos folheando os jornais, até a análise inteligente de dados em tempo real, a capacidade de monitorar e gerenciar a presença de clientes na mídia, decifrando o tom de voz e a reputação das marcas, tornou-se cada vez mais sofisticada e efetiva. Diante desse cenário dinâmico, as assessorias de comunicação que adotam inovações tecnológicas estão mais bem posicionadas para enfrentar os desafios e capitalizar as oportunidades na era digital, sendo o clipping uma evidência clara desse progresso.

*Mariana Blessmann é assessora de comunicação na Central Press

Share:

Latest posts

Créditos: Freepik
Festa junina com entrada gratuita agita campus de universidade em Londrina
4K0A6299-2 (1)
30.ª CASACOR Paraná: Five Lounge é repaginado com espaços instagramáveis inspirados no tema "De volta a uma casa, no coração do Batel"
4502-IMG-FACHADA-AEREA-CAM-02-B-8K-R05 (1)
A.Yoshii Urbanismo: construtora paranaense expande linha de negócios com condomínios horizontais

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Créditos: Freepik
Festa junina com entrada gratuita agita campus de universidade em Londrina
Evento tem comidas típicas, brindes, quadrilhas e brincadeiras A Universidade Positivo (UP) –...
Saiba mais >
4K0A6299-2 (1)
4502-IMG-FACHADA-AEREA-CAM-02-B-8K-R05 (1)
A.Yoshii Urbanismo: construtora paranaense expande linha de negócios com condomínios horizontais
Grupo paranaense anuncia novo projeto no mercado imobiliário de alto padrão, com projeção de VGV superior...
Saiba mais >
IMG-2736 (1)
Startup de mobilidade urbana do Grupo Águia Branca fortalece atuação no ecossistema de inovação de Curitiba
Executivos do V1 conhecem principais players do setor com o intuito de firmar parcerias A capital paranaense...
Saiba mais >