+55 41 3026.2610

NOTÍCIAS CENTRAL PRESS

Aplicativo “Urubu Mobile” auxilia na coleta de dados e políticas públicas de prevenção a acidentes com a fauna silvestre

Nesta segunda-feira (18), é iniciada a Semana Nacional do Trânsito. O Brasil, que é o 4º país do mundo em número de acidentes de trânsito, também tem dados alarmantes de atropelamentos de animais silvestres. De acordo com o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), cerca de 473 milhões de animais são atropelados todos os anos no País, ou seja, mais de um milhão por dia nas rodovias brasileiras.

O Programa Sistema Urubu – Rede Social de Conservação da Biodiversidade, idealizado pelo CBEE, com apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, foi criado justamente para conhecer de perto esse problema da fauna brasileira. Como parte das estratégias desenvolvidas pelo programa está o “Urubu Mobile”, um aplicativo que  conta com a colaboração dos usuários para informar e mapear os atropelamentos por todo o Brasil. Desde o lançamento, há três anos, o app foi baixado por mais de 22 mil usuários, que realizaram 70 mil registros em estradas brasileiras. De acordo com Alex Bager, responsável pelo Programa Sistema Urubu, as grandes vitórias do projeto são em escala nacional. “Mais que passagens de animais ou obras realizadas nesses três anos, nós estamos evoluindo no desenvolvimento de políticas públicas estaduais e nacionais. Esse é o grande avanço que estamos realizando em prol da conservação da natureza e de forma colaborativa”, comenta.

Apesar de 90% dos atropelamentos atingirem animais de pequeno porte, a taxa de fauna de grande porte também é significativa: quase 5 milhões de animais atropelados por ano. Segundo o coordenador de Ciência e Informação da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Emerson Antônio de Oliveira, essa taxa elevada de atropelamentos representa um grande risco para a fauna brasileira. “Quando muitos animais são mortos, como no caso dos atropelamentos, uma reação em cadeia acontece. A diminuição de indivíduos e a extinção de uma espécie causam um desequilíbrio ecológico, afetando diretamente o ser humano, como por exemplo, proliferação de pragas e o deslocamento de predadores para centros urbanos em busca de alimentos”, afirma.

Confira algumas dicas importantes do Urubu Mobile ao avistar um atropelamento de animal silvestre na estrada:

  • Ao se deparar com um animal atropelado, reduza a velocidade com cautela, estacione o carro com segurança no acostamento e ligue o pisca alerta. Tire foto do animal e tenha cuidado para não causar acidentes.

  • Rodovias são locais perigosos para crianças. Não permita que desçam do carro para ver o animal na pista.

  • Evite o contato com a carcaça, lembre-se que os animais podem transmitir doenças e parasitas.

  • Se o animal estiver vivo não tente capturá-lo e transportar, pois certamente estará machucado. Avise a polícia rodoviária, polícia florestal e/ou o pessoal da concessionária da rodovia.

  • Nunca envie mais de uma foto do mesmo animal pelo aplicativo. Se você tirar mais de uma foto, escolha a melhor e envie apenas essa.

  • Somente envie fotos de animais selvagens. Não fotografe galinhas, vacas, cavalos, cachorros ou qualquer outro animal doméstico.

  • O CBEE tem interesse em registrar atropelamento de todas as espécies de animais selvagens (mas não insetos e outros invertebrados). Fotos de cobras, sapos e pequenas aves são tão importantes quanto tamanduás, onças e lobos.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza é uma organização sem fins lucrativos cuja missão é promover e realizar ações de conservação da natureza. Criada em 1990 por iniciativa do fundador de O Boticário, Miguel Krigsner, a atuação da Fundação Grupo Boticário é nacional e suas ações incluem proteção de áreas naturais, apoio a projetos de outras instituições e disseminação de conhecimento. Desde a sua criação, a Fundação Grupo Boticário já apoiou  1.528 projetos de mais de 500 instituições em todo o Brasil. A instituição mantém duas reservas naturais, a Reserva Natural Salto Morato, na Mata Atlântica; e a Reserva Natural Serra do Tombador, no Cerrado, os dois biomas mais ameaçados do país.  Outra iniciativa é um projeto pioneiro de pagamento por serviços ambientais em regiões de manancial, o Oásis. Na internet: www.fundacaogrupoboticario.org.brwww.twitter.com/fund_boticario e www.facebook.com/fundacaogrupoboticario.

Práticas sustentáveis colocam empresas um passo à frente da concorrência

Práticas sustentáveis colocam empresas um passo à frente da concorrência

Desafio ainda é definir prioridades na hora de estabelecer...
Saiba mais
Painéis de energia solar se tornam mais populares entre brasileiros

Painéis de energia solar se tornam mais populares entre brasileiros

Opções de financiamento e consórcio contribuíram para tornar energia...
Saiba mais
Sicredi reúne experts de comunicação, marketing e sustentabilidade em São Paulo

Sicredi reúne experts de comunicação, marketing e sustentabilidade em São Paulo

Bob Wollheim, Angela Dannemann e Fábio Barbosa estão entre...
Saiba mais
Construtora paranaense incentiva práticas sustentáveis

Construtora paranaense incentiva práticas sustentáveis

Colaboradores que promovem economia de energia e destinação correta...
Saiba mais
Artigo: Casa contêiner: uma alternativa sustentável

Artigo: Casa contêiner: uma alternativa sustentável

Por Fernando Di Diego, Gerente de Produto e Mercado...
Saiba mais
Lição de cidadania social e ambiental leva alimentação saudável à comunidade de Piraquara

Lição de cidadania social e ambiental leva alimentação saudável à comunidade de Piraquara

Ideia simples, responsabilidade social, alimentação saudável e educação ambiental...
Saiba mais
Artigo: Distanciamento da natureza: os responsáveis somos nós mesmos

Artigo: Distanciamento da natureza: os responsáveis somos nós mesmos

Teresa Magro*   Richard Louv, em seu livro ‘A...
Saiba mais
Sicredi e Associação dos Artesãos de Capanema desenvolvem projeto sustentável

Sicredi e Associação dos Artesãos de Capanema desenvolvem projeto sustentável

Programa “Arte que transforma” recicla materiais e gera renda...
Saiba mais
Curitiba discute mobilidade urbana

Curitiba discute mobilidade urbana

A economia compartilhada conquista cada vez mais adeptos e...
Saiba mais
Sicredi investe na capacitação dos colaboradores

Sicredi investe na capacitação dos colaboradores

Com papel fundamental na expansão e no crescimento do...
Saiba mais
Sicredi fomenta a agricultura familiar

Sicredi fomenta a agricultura familiar

O Sicredi foi o agente financeiro que liberou o...
Saiba mais
Alunos serão repórteres por um dia em projeto de recuperação do Rio Atuba

Alunos serão repórteres por um dia em projeto de recuperação do Rio Atuba

Sicredi apoia concurso inédito de redação que une sustentabilidade...
Saiba mais
Universidade investe em energia eólica

Universidade investe em energia eólica

Além de enriquecer aulas de estudantes de engenharia, gerador...
Saiba mais