+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Estação Natureza Pantanal encerra atividades em Corumbá (MS)

Postado no dia: 24 de setembro de 2018
Estação Natureza Pantanal encerra atividades em Corumbá (MS)
  1. A Estação Natureza serviu como espaço didático para cerca de 113 mil alunos de 150 instituições de ensino públicas e particulares Créditos: Naíra de Zayas
  2. O sucesso do projeto fez com que ele fosse inserido na rota turística de Corumbá (MS) Créditos: Naíra de Zayas

Na cidade desde 2006, projeto sensibilizou milhares de pessoas sobre a importância da maior área alagada do mundo

Nos meses de outubro e novembro, a Mostra e Oficina sobre Reciclagem e Boas Práticas de Conservação marcará o encerramento das atividades da Estação Natureza Pantanal na cidade de Corumbá (MS). Instalado há 12 anos no local, o projeto mantido pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza teve como principal marco a disseminação da cultura pantaneira para o Brasil e para o mundo.

A Estação Natureza serviu como espaço didático para cerca de 113 mil alunos de 150 instituições de ensino públicas e particulares. As visitas no espaço para explorar o bioma pantaneiro faziam parte do cronograma anual escolar e impactaram 100% das escolas da região. “Ao criarmos o espaço, nosso intuito era justamente esse: sensibilizar e trazer conhecimento de uma área tão importante para o meio ambiente brasileiro. Nesses anos todos, fomos além da conservação e usamos as mostras para disseminar a cultura, tanto para os estudantes quanto para os demais visitantes”, declara a diretora-executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes.

Desde a sua criação, a Estação Natureza Pantanal esteve localizada em um prédio histórico tombado de Corumbá. O sucesso do projeto fez com que ele fosse inserido na rota turística da cidade. Além disso, a iniciativa serviu como modelo e inspiração para outras instituições – nacionais e estrangeiras – que também promovem ações de conservação da natureza, como a WWF Bolívia. “Temos orgulho de termos atraído e sensibilizado, nesses 12 anos de história, cerca de 170 mil pessoas de todos os estados do Brasil e de 50 países sobre a importância do Pantanal e da conservação desta imensa planície alagável. Fica a certeza do legado que deixamos para os moradores da região e para todos que conheceram nosso trabalho”, comemora Malu, explicando que a decisão pela descontinuidade do projeto veio a partir da revisão da estratégia da instituição.

Última mostra

A Mostra e Oficina sobre Reciclagem e Boas Práticas de Conservação iniciará em 1º de outubro e seguirá até 30 de novembro, quando a exposição permanente será desmontada e a Estação Natureza Pantanal fechará ao público. A mostra será promovida em parceria com a Fundação de Meio Ambiente de Corumbá e trará oficinas de educação ambiental, palestras e visitas em campo para valorizar a conservação da planície pantaneira. Neste período, uma linha do tempo trará as principais iniciativas da Estação Natureza. Confira algumas delas:

– Parceria com cerca de 20 entidades públicas e privadas para realização de atividades e eventos;

– Criação e fortalecimento de um programa de voluntariado, sustentado durante os 12 anos, com mais de 100 voluntários no total;

– Realização de 66 eventos sobre conservação e cultura do povo pantaneiro, como semanas acadêmicas, mostras de artes, exposições temporárias, ações em eventos de parceiros etc. Entre as exposições estão: Ariranhas, Tatus, Aves Migratórias, Morcegos, Homem Pantaneiro, Anfíbios, Serpentes, Lendas e Contos Pantaneiros, e Queimadas.

 

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. Também promove ações de mobilização, sensibilização e comunicação inovadoras, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Todas as notícias