ARTIGO

Postado no dia: 21 dezembro 2018

Artigo: Análise de dados: a tendência que fará sua empresa crescer em 2019

* Por Márcio Viana

Final de ano é momento de planejar as ações para o próximo período, com a definição de metas que ajudem a empresa a alcançar seus objetivos. Nesse cenário, a análise de dados torna-se cada vez mais vital: em tempos de big data, com previsão de que até 2020 sejam gerados 44 trilhões de gigabytes, é necessário que a informação seja tratada com seriedade, com a extração de insights que vão realmente embasar as novas estratégias.
Para chegar a esses números, as companhias devem consolidar seus dados e analisar os resultados para entender a evolução histórica e novas oportunidades. Enquanto algumas levam dias ou semanas nesse processo, outras se beneficiam da tecnologia, com a extração imediata de dados organizados em softwares, que auxiliam no processo de gestão. Além da rapidez na obtenção de informações, há também a segurança e a integridade dos dados, que correspondem de maneira fiel às movimentações empresariais.
A análise de dados (analytics) tem se tornado uma tendência em um mundo cada vez mais imediatista. Para se alinhar às necessidades dos clientes, a tomada de decisões passa a demandar agilidade e isso só é possível em companhias que estão buscando se transformar digitalmente. Com indicadores precisos e confiáveis, é possível ter mais inteligência nas decisões, que passam a mapear futuras necessidades e potenciais nichos de mercado – alguns até não explorados.
Nesse cenário de tendências, a inteligência artificial desponta como ferramenta para automatizar a análise, contextualizando a grande massa de dados e gerando ideias em uma velocidade nunca vista anteriormente. As próximas etapas se tornam previsíveis nessa dinâmica, que ainda ganha portabilidade com o uso de dispositivos mobile, com consultas sendo efetuadas a qualquer momento e em qualquer lugar. Dessa forma, a gestão se torna dinâmica o suficiente para que o responsável possa encontrar as respostas na velocidade demandada pelo mercado, sem perder a assertividade que fará o negócio crescer.
As empresas que vão crescer no próximo ano já deram início a essa estratégia em 2018, e isso aconteceu quando decidiram utilizar a tecnologia como base para a geração de ideias e novos negócios. Colocar a gestão assertiva como prioridade, com investimentos para gerenciamento de dados e segurança da informação, são passos importantes. E serão etapas imprescindíveis com a nova Lei Geral de Proteção de Dados que, além de regular os dados que poderão ser armazenados, demandará processos mais eficientes para o armazenamento de informações, afetando a maneira como as informações serão utilizadas.
Na hora de planejar as próximas ações, se um sistema de gestão ainda não faz parte dos seus objetivos, saiba que é hora de considerá-lo. Somente assim será possível não só atender ao cliente da melhor forma, mas, também, estar alinhado aos desafios de um mercado volátil e desafiador, e, principalmente, preparado para tomar as decisões certas no momento exato.
 
*Márcio Viana é diretor executivo da TOTVS Curitiba
  • Tags:
  • TOTVS

Notícias relacionadas

Leia mais

Reajustes de 2022: veja o que fica mais caro no próximo ano

Alimentos, combustíveis, energia elétrica e imóveis são algumas das várias “vítimas” da…

Saiba mais
Leia mais

Cursos fora do comum ganham preferência dos estudantes

Cursos de graduação pouco conhecidos, mas muito concorridos, despertam cada vez mais a atenção…

Saiba mais
Leia mais

Colégio Positivo é premiado como “Escola de Excelência” pelo Climate Action Project

Colégios do Grupo Positivo receberam o Climate Action Project School of Excellence, pelo trabalho…

Saiba mais

Ver todas notícias

×