+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Cinco dicas para aproveitar o décimo terceiro mesmo com redução de valores

Postado no dia: 24 de novembro de 2020
Cinco dicas para aproveitar o décimo terceiro mesmo com redução de valores

  1. Para a gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Zandoná França, o dinheiro extra no fim de ano é uma boa oportunidade para rever prioridadesCréditos: divulgação
  2. Em 2020, muitos trabalhadores poderão ter o valor do 13º salário reduzidoCréditos: João Geraldo Borges Júnior/Pixabay

Especialista em finanças do Sicredi destaca a importância de utilizar benefício para organização do orçamento, destacando prioridades 

Em 2020, muitos trabalhadores que possuem carteira assinada poderão ter o valor do 13º salário reduzido por conta das alterações propostas pela Medida Provisória 936, que permite a suspensão de contrato de trabalho e a redução de salário. 

Para a gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Zandoná França, apesar dos valores menores, em alguns casos, o dinheiro extra no fim de ano é uma boa oportunidade para organizar o orçamento e rever prioridades. “É importante não pensar no 13º somente como um benefício imediato. O planejamento financeiro ajuda a identificar qual a melhor forma de usar o aporte extra a longo prazo”, explica. 

Confira outras dicas da especialista para usar o 13º de maneira consciente, aproveitando o benefício da melhor forma, mesmo em casos de redução de valores:

1. Quitar dívidas é prioridade

O rendimento extra no fim do ano é uma boa fonte de recurso para quitar dívidas, especialmente as consideradas mais caras, como cartão de crédito e cheque especial. “Mesmo com valor reduzido, utilize o recurso do 13º para acertar contas pendentes. Caso não consiga quitar todas as dívidas, planeje e negocie os pagamentos atrasados. É importante sempre lembrar que os parcelamentos, caso sejam necessários, devem levar em consideração o orçamento disponível a longo prazo”, explica a especialista. 

2. Estabeleça um limite máximo para compras

Caso não tenha dívidas ou se a escolha para o uso do 13º forem as compras de fim de ano, a orientação é estabelecer um teto de gastos e não ultrapassar o planejado. “Tente fugir das tentações de compras excessivas. É importante refletir sobre as reais vantagens e necessidades de cada aquisição. Caso as compras sejam indispensáveis, não esqueça de pesquisar os melhores preços e negociar. Além disso, dê preferência para compras à vista. Também estabeleça um valor máximo para o gasto com presentes. Em um ano como 2020, vale investir em lembranças com valores mais modestos e com algum significado para quem ganha”, comenta Adriana. 

3. Considere as contas do início de ano 

O ano novo também traz contas fixas, como IPVA, IPTU, despesas escolares, para quem tem filhos. “Separar o 13º ou parte do recurso para as tradicionais contas do início de ano ajuda na organização e no planejamento financeiro. Ao quitar essas despesas, fica mais fácil realizar o controle do orçamento durante todo o ano”, analisa.

4. Sem dívidas? Aproveite e poupe

De acordo com a especialista do Sicredi, o 13º pode ser uma ótima opção para iniciar uma reserva financeira. “Para quem não tem dívidas, o benefício pode ser uma motivação a mais e ajudar com o hábito de poupar. Independente do valor, o importante é começar. Existem diferentes opções de investimentos com produtos que atendem aos perfis mais arrojados e os mais conservadores, que buscam menor rentabilidade e maior segurança”, explica a especialista. 

5. Ótima oportunidade para investir no futuro

Uma excelente opção, pensando no futuro, é utilizar o 13º e investir em um plano de Previdência Privada. “É um investimento a longo prazo sem o come cotas e ainda possui incentivos fiscais e tributários para quem faz a declaração completa de Imposto de Renda”, afirma a especialista. Em Previdência Privada também existe excelentes opções de investimentos para todos os perfis, desde os mais conservadores até os mais arrojados. “Este é um investimento que conta com o tempo a seu favor. Por isso, quanto antes começar a investir, menor será o esforço para acumular o valor necessário para sua aposentadoria”, finaliza. 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4,8 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 23 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.900 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

*Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Facebook | Twitter | LinkedIn | YouTube

Todas as notícias