Notícias Central Press

Colaboração entre municípios é destaque na Marcha dos Prefeitos

Postado no dia: 21 de maio de 2018
Colaboração entre municípios é destaque na Marcha dos Prefeitos

Instituto Positivo e a Associação Granfpolis apresentam exemplos práticos de como os Arranjos de Desenvolvimento da Educação podem contribuir para melhorar o ensino público no país

 

Melhorar a educação brasileira é uma necessidade vista como consenso por todos os setores da sociedade. Desde a academia, da mídia aos políticos, passando pela iniciativa privada e entidades de classe, todos possuem o mesmo discurso: investir recursos e esforços para melhorar a qualidade e equidade da educação deve ser uma das prioridades de nosso país. Além disso, é preciso dar continuidade e progressividade às políticas educacionais que foram iniciadas e que estão dando resultado. Em algumas regiões brasileiras, prefeituras, escolas e educadores parecem ter encontrado um caminho: atuar em regime de colaboração.

Uma das maneiras de se trabalhar em regime de colaboração é por meio do ADE – Arranjos de Desenvolvimento da Educação. A proposta dos Arranjos foi homologada pelo MEC em 2011 e foi incluído como uma opção para o alcance das metas e das estratégias previstas no Plano Nacional de Educação, aprovado em 2014 (artigo 7º, parágrafo 7º). Os arranjos são um modelo de trabalho em rede, no qual um grupo de municípios com proximidade geográfica e características sociais e educacionais semelhantes buscam trocar experiências, planejar e a trabalhar em conjunto e não mais isoladamente, somando esforços, recursos e competências para solucionar conjuntamente as dificuldades da área da educação.

O Instituto Positivo tem se dedicado a estudar e a difundir a metodologia no Brasil. É também parceiro das Associações AMFRI – Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí e da  Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis (GRANFPOLIS) na implantação de Arranjos, ambas em Santa Catarina. Com a Granfpolis, em uma articulação pioneira, lançaram, em 2015, o primeiro ADE do Sul do País. Atualmente, os 22 secretários de educação da região e as suas equipes trabalham de forma conjunta, a fim de alcançar as três metas territoriais, definidas em comum acordo e que visam melhorar a qualidade do ensino no território.

A experiência bem-sucedida do ADE Granfpolis e de outros ADEs do Brasil serão compartilhadas durante a XXI Marcha a Brasília em defesa dos municípios. A diretora do Instituto Positivo, Eliziane Gorniak, irá apresentar exemplos práticos de como municípios organizados via Arranjos de Desenvolvimento da Educação estão gerando resultados efetivos em prol da educação. Entre eles, municípios que ao se unir, conseguiram, por exemplo, duplicar o IDEB em 10 anos. O prefeito e o vice-prefeito do município de Garopaba, Paulo Araújo e Nilton Raupp, também estarão no evento compartilhando suas opiniões sobre as vantagens de integrar um ADE.

Os presentes ainda receberão um exemplar do livro Cooperação Intermunicipal – experiências de Arranjos de Desenvolvimento da Educação no Brasil, produzido e publicado pelo Movimento Colabora Educação. A obra, que reúne os principais cases de Arranjos no Brasil, é considerada uma referência sobre a implantação de modelos de colaboração em favor da educação.

A Marcha a Brasília em defesa dos municípios é a maior mobilização municipalista do país, organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), que reúne prefeitos, secretários municipais, vereadores, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e presidente da República, para a discussão de reivindicações que influenciam na administração pública dos municípios. Este ano, o evento acontece de 21 a 24 de maio e a previsão é de receber mais de 8 mil participantes.

Serviço

Palestra: Educação – Experiências exitosas de Arranjo de Desenvolvimento da Educação

Data: 24 de maio

Horário: a partir das 8h

Local: Sala Arena 1 – Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB)

SGAN Quadra 601 Módulo N Brasília/DF

Todas as notícias