De forma inédita, vestibular da UFPR tem dois primeiros lugares

Pela primeira vez na história, o vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) 2021/2022 teve dois primeiros lugares gerais. Os candidatos a uma vaga de Medicina, Giulia Menecucci Paiva Ribeiro e Lucas Fontana Lima França acertaram o mesmo número de questões e obtiveram a mesma nota. A prova tem diversos critérios de desempate e, o último deles, a idade, foi determinante para colocar Giullia, que tem 22 anos, em primeiro lugar. 

Lucas, com 17 anos, ficou em segundo lugar por ser mais novo. Apesar da pouca idade e da primeira tentativa, ele já coleciona outras aprovações: o primeiro lugar em Medicina via Enem na UFPR; quarto lugar na PUCPR; quinto lugar na Unicentro e 10.º na UEPG via PSS. Aluno do Colégio Positivo desde o 1.º ano do Ensino Fundamental, ele começou a preparação para o vestibular com o Supermédio já na 1.ª série do Ensino Médio e, em 2021, iniciou o Terceirão no Curso Positivo, com uma rotina de estudos ainda mais intensa. “Eu começava a estudar 7h10 e parava 12h15, almoçava e à tarde tinha aprofundamento até 15h15. Em casa, eram mais três ou quatro horas de estudo”, relembra. 

Para Lucas, estudar na UFPR sempre foi um desejo e cursar Medicina estava nos planos desde o início do Ensino Médio. “Estar mais próximo de realizar meu sonho é uma sensação única e inigualável. Em toda a jornada foram vários pontos marcantes, mas acredito que estudar por prazer foi essencial”, completa. 

Diferentemente de Lucas, Giulia conquistou a aprovação após seis tentativas. Natural de Cananéia, litoral sul de São Paulo, a jovem veio a Curitiba em 2016 para estudar no Curso Positivo. Desde então, Giulia foi persistente e nunca pensou em desistir. “Meu objetivo sempre foi passar em Medicina, mas jamais acreditei que pudesse ser em primeiro lugar”, confessa. De acordo com ela, no último ano, a rotina foi de muito treino de redação e de provas antigas da UFPR. “Eu assistia todas as aulas, fazia muitos exercícios e estudava a teoria”, explica. A jovem chegou a ser aprovada em Agronomia na UFPR, mas foi apenas uma tática para estudar para provas específicas de Medicina. “Eu sabia que não conseguiria fazer as específicas, então, tentei Agronomia apenas para treinar”, explica. 

Para Giulia, a rede de apoio foi essencial para a conquista. “Meu pais e minha irmã foram fundamentais para que eu continuasse. Às vezes, quando eu deixava de acreditar em mim, eles se mantinham acreditando e isso era suficiente pra eu seguir no meu plano. Para passar no vestibular é preciso estar bem em vários aspectos e eu era acolhida. Devo dizer que o mérito dessa vitória também é dos meus professores”, reconhece. 

Sobre o Curso Positivo

Fundado em 1972, o Curso Positivo nasceu de um sonho de um grupo de jovens professores, apaixonados pela profissão, que se uniram por um ideal: criar um curso pré-vestibular diferente, que acompanhasse os estudantes até os dias que antecediam o vestibular – algo pioneiro no Brasil, no início da década de 70. Desde então, o Curso Positivo se estabeleceu como uma instituição de destaque, registrando, historicamente, o maior índice de aprovação nos vestibulares mais concorridos das mais importantes faculdades e universidades do Paraná, bem como excelentes resultados nos exames das principais instituições de Ensino Superior do Brasil. O Curso Positivo conta com duas sedes em Curitiba (PR), uma em Joinville (SC) e uma em Ponta Grossa (PR), e dispõe de uma equipe de professores com grande experiência, material didático de alta qualidade para a melhor preparação e um inovador sistema de aulas dinâmicas totalmente focado na aprovação dos vestibulandos. O Curso Positivo utiliza o Sistema Positivo de Ensino.

Crédito: divulgação/Curso Positivo

Share:

Latest posts

Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024
Sicredi
Sicredi dobra o valor arrecadado em movimento nacional para o Rio Grande do Sul e inicia nova mobilização

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Estudo elaborado por aluno do Ensino Médio e UFPR ouviu cerca de mil alunos Uma pesquisa iniciada como...
Saiba mais >
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024
Com patrocínio da instituição financeira cooperativa, campeonato inicia em 21 de maio com onze clubes...
Saiba mais >
Sicredi
Sicredi dobra o valor arrecadado em movimento nacional para o Rio Grande do Sul e inicia nova mobilização
Instituição financeira cooperativa também atua na linha de frente de centros de distribuição de donativos,...
Saiba mais >
Thiago Cassi Bobato é coordenador médico do Pronto Socorro e do Hospital Universitário Cajuru Créditos: Divulgação
Acidentes de trânsito, um problema de saúde pública
Thiago Cassi Bobato* A cada dia que passa, as manchetes dos jornais nos confrontam com uma realidade...
Saiba mais >