+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Dia do Nutricionista: profissionais atuam na linha de frente para combate à Covid-19

Postado no dia: 28 de agosto de 2020
Dia do Nutricionista: profissionais atuam na linha de frente para combate à Covid-19

Aporte nutricional é parte essencial para melhor resposta do sistema imunológico na recuperação e prevenção da doença

Além de respiradores, medicações, uso de máscaras e álcool em gel, a alimentação está entre os fatores decisivos na rotina de combate à Covid-19. Não com receitas milagrosas, mas sim com um cardápio pensado para garantir uma resposta melhor do sistema imunológico na prevenção e também recuperação da doença. Com isso, os profissionais da área de Nutrição entram na linha de frente para auxiliar a população na orientação científica e embasada sobre vitaminas e minerais necessários para garantir uma alimentação saudável. Celebrado no dia 31 de agosto, o Dia do Nutricionista traz o alerta sobre a importância desses profissionais neste momento.

De acordo com a Associação Brasileira de Nutrição (Asbran), em seu site, o momento pede uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas e minerais que possam auxiliar na imunidade da população.  O zinco, por exemplo, é um mineral encontrado em fontes de origem animal e fundamental para o aumento da produção das células de defesa do corpo. Mas o consumo deve ser sempre feito sem excessos e bem orientado para não prejudicar a absorção de outros minerais como ferro e cobre. 

Na prática, as ações devem ser aplicadas no dia a dia e também nas empresas, como é o caso da Alegra, indústria de alimentos derivados de carne suína do Paraná. “Nós buscamos manter uma tabela nutricional completa nas refeições dos colaboradores, além de redobrar as medidas de segurança na entrega desses alimentos, já que um cardápio balanceado e a ingestão de muita água durante o dia são mais algumas formas de proteção para todos”, explica a nutricionista da Alegra, Alaíssa Scudlarek. 

Além da atenção na elaboração das refeições, a indústria adotou novos processos para garantir o cuidado com os colaboradores. “Passamos a usar o sistema de marmitas, retiramos objetos que possam ser foco de contaminação por meio de superfícies, como o bandejas e talheres, instalamos pedaleiras nas máquinas de suco, para evitar o contato direto com a mão, além dos cuidados gerais de todos os setores, como distanciamento, uso de álcool em gel, máscaras e tapetes higienizantes”, ressalta. 

No processo de produção da indústria, o cuidado também faz parte da rotina. “Todos os alimentos da Alegra são avaliados nutricionalmente para garantir a qualidade da carne. Além disso, os derivados da carne suína são uma excelente fonte de proteína, ferro, potássio e vitaminas do complexo B, sendo uma ótima opção para compor uma refeição completa e variada”, finaliza. 

Sobre a Alegra

A indústria de alimentos Alegra é a união das cooperativas de origem holandesa, Frísia, Castrolanda e Capal, que constituem o grupo Unium. Uma empresa que combina condições de trabalho ideais aliando tecnologia, equipamentos de última geração, preocupação com o bem-estar dos animais e sustentabilidade em seu parque industrial, sempre primando pela excelência em seu produto final, que utiliza as melhores carnes suínas.

Em 2017, a marca conquistou o reconhecimento internacional quanto às Práticas de Bem- estar Animal no abate, tornando-se a primeira planta brasileira a receber essa certificação em bem-estar suíno, pela WQS. Mais informações em www.alegrafoods.com.br.

Todas as notícias