Em meio a crescimento de demanda, hospitais filantrópicos buscam formas de captar recursos para investir em melhorias

Os hospitais filantrópicos são hoje responsáveis por 70% da assistência de alta complexidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e por metade de todos os atendimentos públicos nessa área. Os dados são da Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB) e expõem o desafio imposto a mais de 1.800 instituições sem fins lucrativos, que ficaram à frente de grande parte dos atendimentos também durante a pandemia da covid-19. Período que  impossibilitou a realização de algumas das principais ações beneficentes de rotina dos hospitais, e trouxe novos desafios para levantar recursos para manutenção e melhoria dos serviços.

“A captação começa no relacionamento com parlamentares em busca da destinação de emendas, passa pelo contato com empresas para conseguir patrocínio e chega até as pessoas físicas, que podem destinar uma parte do seu imposto de renda ou simplesmente doar notas fiscais”, explica Carolina Piva, gerente de Marketing e Mobilização de Recursos da Saúde do Grupo Marista, responsável pela gestão do Hospital Universitário Cajuru.

Referência em transplante renal e suporte a vítimas de trauma, o hospital de Curitiba (PR) realiza em média 147 mil atendimentos por ano, entre internamentos, urgências e emergências, cirurgias e consultas ambulatoriais. “Com um serviço essencial, nossa instituição precisa que a sociedade se una para contribuir na arrecadação de recursos. Então, a doação de valores é fundamental para darmos sequência ao nosso atendimento humanizado e de qualidade”, destaca o diretor-geral do hospital, Juliano Gasparetto.

Corrente do bem

Com os eventos sendo retomados, almoços, festas e bazares voltam a fazer parte da receita de muitas instituições filantrópicas para promover a manutenção dos trabalhos, melhorias dos espaços e aproximação com a comunidade. No Hospital Universitário Cajuru, os eventos beneficentes já fazem parte do calendário há muitos anos. Em julho, a instituição espera arrecadar mais de R$ 150 mil, entre vendas e patrocínios, com a realização do Arraiá pela Saúde.

Com pratos e ritmo musical característicos, a festa está marcada para começar ao meio-dia, do dia 9 de julho, na praça Nossa Senhora de Salette, em Curitiba (PR). Serão dezenas de barraquinhas com comidas e bebidas, além de shows e atrações para as crianças. Tudo com foco nos investimentos em melhorias para o atendimento de pacientes do hospital.

Em 2021, o Bazar pela Saúde conseguiu arrecadar R$ 300 mil com a venda de produtos apreendidos pela Receita Federal. O valor foi revertido na compra de medicamentos e insumos para manutenção do Hospital Universitário Cajuru.

Cada atividade beneficente promovida pelo hospital visa construir uma sociedade melhor, mais empática e com uma visão de mundo mais abrangente. “É importante lembrar que, por sermos uma instituição filantrópica e 100% SUS, atuamos com um déficit de cerca de R$ 1,5 milhão ao mês. Por isso, precisamos que a população junte forças para ajudar o Hospital Universitário Cajuru a continuar salvando vidas”, finaliza o diretor-geral.

Para mais informações sobre como ajudar o Hospital Universitário Cajuru, o contato pode ser feito pelo telefone (41) 99685-9405 ou pelo e-mail mobilizacao.recursos@hospitalcajuru.com.br.

Share:

Latest posts

helper-640x904 - 2- (2)
Novas tecnologias em segurança, saúde e educação apoiam cidades inteligentes na prestação de serviços públicos
Cassio (3)
Artigo - Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização
Crédito: Divulgação
Regulação da IA no Brasil e a escolha de Ulisses

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

helper-640x904 - 2- (2)
Novas tecnologias em segurança, saúde e educação apoiam cidades inteligentes na prestação de serviços públicos
Principais desafios incluem a busca e implementação de soluções inovadoras para o planejamento urbano...
Saiba mais >
Cassio (3)
Artigo - Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização
*Cássio Ricardo de Araújo Bastante citada no mercado de ciência de dados, a frase do matemático Clive...
Saiba mais >
Crédito: Divulgação
Regulação da IA no Brasil e a escolha de Ulisses
Renata Herani* A “Odisseia” é uma obra atribuída ao poeta épico grego Homero, por volta...
Saiba mais >
disney
Disney Magic Run Curitiba já passa de 5 mil inscritos
Número foi atingido nas primeiras 8 horas de venda, restando poucas vagas para o evento marcado para...
Saiba mais >