Empregabilidade é principal fator na escolha do curso superior, revela pesquisa

Estudo foi realizado com mais de 4 mil estudantes inscritos para a Mostra de Profissões da Universidade Positivo

[flgallery id=2421 /]

Uma pesquisa realizada pela Universidade Positivo, de Curitiba (PR), revelou que 46% dos estudantes do Ensino Médio escolhem o curso superior com a expectativa de, ao sair da Graduação, conseguir um emprego. O estudo foi feito com 4.310 estudantes inscritos para a Mostra de Profissões da instituição, que acontece na próxima quarta-feira, 7 de agosto. Além disso, a pesquisa mostra que 35% dos vestibulandos escolhem o curso para realizar um objetivo pessoal. Ter um bom salário aparece em terceiro lugar, com 15%. 

Por outro lado, dados dos Ipea mostram que 46,6% das pessoas com curso universitário não estão atuando na profissão para a qual se prepararam por quatro, cinco, ou até sete anos. Para o economista e reitor da Universidade Positivo, José Pio Martins, a taxa de aderência –  procedimento estatístico que calcula qual o percentual de diplomados em curso superior que trabalha na profissão de sua diplomação – vem caindo por algumas razões. “O mundo de trabalho tornou-se complexo, a tecnologia muda e evolui constantemente, a população cresce aceleradamente no mundo, as famílias mudam de residência com mais frequência, e tudo isso faz que as pessoas acabem trabalhando em profissões e tarefas diferentes de sua formação, ou por necessidade ou por opção” explica.

De acordo com Pio Martins, outro motivo tem relação com a dificuldade do jovem em escolher uma profissão para o resto da vida quando entra em um curso superior. “A expectativa média de vida vem aumentando – no Brasil, já passa dos 75 anos. É quase cruel para um jovem, geralmente antes dos 20 anos de idade, definir o curso. Por isso, será cada vez maior o número de pessoas que terão mais de uma profissão ao longo da vida ou mesmo mudarão por não terem se adaptado à profissão que escolheram com idade tão jovem” completa.

Além disso, outra razão que explica a diminuição da taxa de aderência é o desperdício de força de trabalho no Brasil. Segundo o economista, o país tem 104 milhões de pessoas em condições de trabalhar; cerca de 12 milhões trabalham no setor estatal; 78 milhões no setor privado e há ainda 12,8 milhões de desempregados e 7,4 milhões de subempregados (os que trabalham em tempo parcial). “Quando isso acontece, as pessoas procuram desesperadamente trabalhar em profissões e tarefas que encontram, não importa em que profissão se formaram. Muitos desistem de trabalhar como empregados e empreendem algum negócio próprio, muitas vezes em atividades diferentes de seu diploma. Aliás, é por isso que o curso superior deve formar o aluno para trabalhar tanto como empregado quanto como empreendedor de negócio próprio ou autônomo”, finaliza. 

Com mais de 50 cursos à disposição, a grande maioria dos estudantes está indecisa quanto à escolha do curso (33%) – um aumento de 409% se comparado com a pesquisa do ano anterior – respondida por 4.331 estudantes. A pesquisa desse ano também mostrou que Medicina ainda é o curso mais procurado (4,5%), seguido por Psicologia (3,5%), Direito (2,9%), e Biomedicina (2,2%).

Realizada desde 2001, a Mostra de Profissões da UP é esperada todos os anos por estudantes do Ensino Médio da capital e do interior do Paraná e Santa Catarina. Neste ano, o evento, que acontece no dia 7 de agosto, das 8h às 21h, no câmpus sede – Ecoville, espera receber mais de 10 mil estudantes. 

Para oferecer aos jovens e suas famílias uma experiência completa no câmpus, o evento conta com food trucks, bandas, mais de 200 oficinas e atividades nos laboratórios da universidade, feira de cursos, visitas guiadas, orientação profissional, além de atrações durante todo o dia. Quem participar do evento terá isenção na taxa de inscrição para o vestibular de mais de 50 cursos da Universidade Positivo. Para participar da Mostra de Profissões UP 2019, os interessados devem se inscrever gratuitamente no hotsite do evento: up.edu.br/mostra

Serviço

Mostra de Profissões Universidade Positivo 2019

Data: quarta-feira, 7 de agosto

Horário: das 8h às 21h

Local: Universidade Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300 – Ecoville)

Informações: mostraup@up.edu.br – (41) 3068-7800

Inscrições: up.edu.br/mostra

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de Graduação presenciais, quatro cursos de Doutorado, sete cursos de Mestrado, mais de 190 programas de Especialização e MBA, sete cursos de idiomas e dezenas de programas de Extensão. A Universidade Positivo conta com três unidades em Curitiba, uma unidade em Londrina (PR), uma unidade em Joinville (SC), além de polos de Educação a Distância (EAD) em mais de 60 cidades espalhadas pelo Brasil. Em 2018, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric.  

Share:

Latest posts

Aposentada Anete Langaro retomou atividades dias após realizar artroplastia total de joelho Créditos: Arquivo pessoal
Técnicas avançadas favorecem cirurgias menos invasivas em idosos
Tatielle Alyne, atleta de futebol feminino de 19 anos, tem difícil missão de lidar com uma lesão enquanto corre atrás de seus sonhos no esporte Créditos: Arquivo pessoal
Mulheres enfrentam maior risco de lesões em joelhos na prática de esporte
Espaços para prática da fé em hospitais são demonstração de respeito às necessidades de pacientes e familiares Créditos: Divulgação
Espaços para prática da fé e espiritualidade são aliados no tratamento e internações médicas

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Aposentada Anete Langaro retomou atividades dias após realizar artroplastia total de joelho Créditos: Arquivo pessoal
Técnicas avançadas favorecem cirurgias menos invasivas em idosos
Hospitais registram crescimento superior a 40% em procedimentos para pacientes acima de 70 anos; avanços...
Saiba mais >
Tatielle Alyne, atleta de futebol feminino de 19 anos, tem difícil missão de lidar com uma lesão enquanto corre atrás de seus sonhos no esporte Créditos: Arquivo pessoal
Mulheres enfrentam maior risco de lesões em joelhos na prática de esporte
Estudos indicam que chance é até oito vezes maior entre as jogadoras e o futebol é campeão nesse tipo...
Saiba mais >
Espaços para prática da fé em hospitais são demonstração de respeito às necessidades de pacientes e familiares Créditos: Divulgação
Espaços para prática da fé e espiritualidade são aliados no tratamento e internações médicas
Acolhimento se estende a pacientes, familiares e profissionais da saúde, com iniciativas perto de centros...
Saiba mais >
Grupo Marista
Presidente do Grupo Marista é nomeado chefe provincial da Província Marista do Brasil Centro-Sul
Nesta segunda-feira (25/03), o Irmão Vanderlei Siqueira dos Santos foi nomeado Superior Provincial da...
Saiba mais >