+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Encontro busca ações de conservação e restauração da Baía de Guanabara

Postado no dia: 2 de agosto de 2019
Encontro busca ações de conservação e restauração da Baía de Guanabara
  1. Marie Ikemoto, Malu Nunes, Eline Martins e Jorge PeronCréditos: Vinícius Magalhães

Cerca de 100 atores, entre representantes de governos, comitês de bacias hidrográficas, instituições do terceiro setor, instituições financeiras e empresas, estão reunidos nesta sexta-feira (2) na Casa Firjan, no Rio de Janeiro, para discutir e desenvolver soluções inovadoras baseadas na natureza para a Baía de Guanabara. O encontro, que teve início ontem (1º), é a primeira etapa do OásisLab, laboratório de inovação para fortalecer a segurança hídrica e a resiliência costeiro-marinha na baía. A iniciativa é da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e o Instituto Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro (Inea).

*Legenda completa da foto: gerente de Gestão do Território e Informações Geoespaciais do Inea, Marie Ikemoto; diretora executiva da Fundação Grupo Boticário, Malu Nunes; subsecretaria estadual de Conservação da Biodiversidade e Mudanças do Clima, Eline Martins; e gerente de Sustentabilidade da Firjan, Jorge Peron.

Sobre a Fundação Grupo Boticário

A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. A instituição defende que o patrimônio natural bem conservado é a base para o desenvolvimento econômico e bem-estar social. Também promove ações de engajamento e sensibilização, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Todas as notícias