História do ADE dos Guarás, no Maranhão, é contada em série sobre cooperação pela Educação

Formado por nove municípios do Litoral Norte do estado do Maranhão, o Arranjo de Desenvolvimento da Educação (ADE) dos Guarás foi o terceiro ADE formado no Brasil e o primeiro no Maranhão. A história dos ADEs espalhados pelo país está sendo contada em uma série com 13 e-books que resgatam os detalhes da implantação, do crescimento e dos planos para o futuro de cada uma das iniciativas. O trabalho está sendo conduzido pelo Instituto Positivo, incentivador do Regime de Colaboração, mecanismo que busca fortalecer a gestão municipal para uma educação com mais qualidade, equidade e inclusão.

Em 2014, com a intenção de realizar formações de forma colaborativa e compartilhada para construção dos Planos Municipais de Educação (PME) foi plantada a semente do que viria a ser o ADE dos Guarás, formalizado oficialmente em 2016, com a participação dos municípios de Apicum Açu, Bacuri, Cedral, Central do Maranhão, Cururupu, Guimarães, Mirinzal, Porto Rico do Maranhão e Serrano do Maranhão. O Arranjo segue um modelo de governança que proporciona ao grupo mais eficiência na gestão e na divisão das responsabilidades, além de contribuir para alcançar melhorias nos índices educacionais. A liderança tem como principais atribuições a mobilização do grupo, a representação do ADE nas discussões da política educacional municipal e a articulação intersetorial.

De forma colegiada foram eleitas metas relacionadas aos Planos Nacional e Municipais de Educação, entre elas: alfabetização na idade certa; elevação do Ideb dos municípios; diminuição das taxas de abandono e reprovação; diminuição do analfabetismo entre jovens e adultos; elevação da oferta de Educação em tempo integral; formação continuada dos profissionais da Educação; melhorias nas estruturas físicas das escolas; e implantação da Educação Especial Inclusiva. Em decorrência do trabalho desenvolvido, o Arranjo acumula bons resultados, principalmente no que se refere ao número de matrículas na educação infantil, especial e em tempo integral, queda nos índices de abandono e reprovação, além de melhorias na qualidade da oferta.

Em 2019, o ADE dos Guarás passou a integrar a Rede de Colaboração Intermunicipal em Educação, que reúne mais de 20 iniciativas, entre Arranjos e Câmaras Técnicas de Educação de Consórcios em todo Brasil. Vale destacar que, como reflexo de suas ações e resultados colhidos ao longo dos anos, o ADE dos Guarás serviu de inspiração a gestores de outras regiões do estado do Maranhão, que perceberam o mecanismo do Arranjo de Desenvolvimento da Educação como uma boa oportunidade para organizar trabalhos colaborativos em seus territórios. Dessa inspiração, nasceram o ADE dos Balaios e o ADE do Alto Turi.

Atualmente, 225 municípios brasileiros trabalham em 13 diferentes Arranjos, alcançando resultados importantes como diminuição da evasão, correção de distorção idade/série escolar, elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb), formação continuada e aprimoramento da grade curricular. 

“Queremos apresentar o trabalho, os desafios e as conquistas dos municípios que atuam em Regime de Colaboração por meio do ADE. Esses e-books podem servir de inspiração para outras regiões implantarem o Arranjo e avançar na qualidade da educação dos municípios envolvidos. Temos histórias de sucesso para mostrar e é isso que faremos”, explica a coordenadora de Produção e Disseminação de Conhecimento e Comunicação no Instituto Positivo, Maria Paula Mansur Mäder.

O e-book que conta a experiência do ADE dos Guarás pode ser baixado pelo site conteudo.instituto.positivo.com.br/ade-dos-guaras. Já foram lançados os e-books ADE Chapada Diamantina e Regiões e ADE Noroeste Paulista. A próxima publicação será do ADE Agreste Litoral.

Instituto Positivo

O Instituto Positivo (IP) foi criado em 2012 para fazer a gestão do investimento social de todo o Grupo Positivo em favor da comunidade. A missão do Instituto Positivo é contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Pública do Brasil por meio do incentivo ao Regime de Colaboração. Para tornar isso possível, o IP incentiva e apoia a implantação de Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE) em todo o país, desenvolve pesquisas e publicações sobre o tema e participa de discussões em instâncias como MEC, CNE, Senado e Câmara de Deputados a fim de contribuir em propostas de lei e resoluções que favoreçam esse modelo de Regime de Colaboração. O Instituto também é responsável pela gestão do Centro de Educação Infantil Maria Amélia, em Curitiba, que atende gratuitamente cerca de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. Para ter mais informações, acesse o site do Instituto Positivo: instituto.positivo.com.br.

Crédito: divulgação/Instituto Positivo

Share:

Latest posts

helper-640x904 - 2- (2)
Novas tecnologias em segurança, saúde e educação apoiam cidades inteligentes na prestação de serviços públicos
Cassio (3)
Artigo - Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização
Crédito: Divulgação
Regulação da IA no Brasil e a escolha de Ulisses

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

helper-640x904 - 2- (2)
Novas tecnologias em segurança, saúde e educação apoiam cidades inteligentes na prestação de serviços públicos
Principais desafios incluem a busca e implementação de soluções inovadoras para o planejamento urbano...
Saiba mais >
Cassio (3)
Artigo - Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização
*Cássio Ricardo de Araújo Bastante citada no mercado de ciência de dados, a frase do matemático Clive...
Saiba mais >
Crédito: Divulgação
Regulação da IA no Brasil e a escolha de Ulisses
Renata Herani* A “Odisseia” é uma obra atribuída ao poeta épico grego Homero, por volta...
Saiba mais >
disney
Disney Magic Run Curitiba já passa de 5 mil inscritos
Número foi atingido nas primeiras 8 horas de venda, restando poucas vagas para o evento marcado para...
Saiba mais >