Indaiatuba utiliza engenharia genética no combate ao Aedes aegypti

Ovos do mosquito criado em laboratório são liberados em regiões específicas da cidade do interior paulista

[flgallery id=2610 /]

Indaiatuba (SP) é a primeira cidade do mundo a receber a segunda geração do “Aedes do Bem™”, um mosquito geneticamente modificado para suprimir a população do Aedes aegypti, contribuindo para o combate de doenças como dengue, Zika, febre amarela e Chikungunya.

Os “Aedes do Bem™” são mosquitos machos que não picam e não transmitem doenças – resultado de mais de doze anos de pesquisa. Ele foi feito em laboratório, dentro da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e depois,  trazido para o Brasil, onde os pesquisadores brasileiros aprimoraram a técnica para funcionar aqui no nosso país.

Foram modificados dois genes no ‘Aedes do Bem™’. São dois genes seguros, um deles é marcador, que, ao ser adicionado ao mosquito faz com que ele fique florescente para que se possa identificá-lo na natureza; e o outro gene já está presente nos insetos, mas foi aumentado de tal forma que, quando o ‘Aedes do Bem™’ cruza com a fêmea selvagem, os ovos femininos que ela gera não chegam à fase adulta, reduzindo a quantidade dos mosquitos causadores de doenças”, conta. Isso porque só as fêmeas picam os humanos.

A liberação da segunda geração do “Aedes do Bem™” em Indaiatuba iniciou na última sexta-feira (18/10). Os insetos estão sendo distribuídos em caixas, ainda na fase de ovos, em vez de fazer a soltura dos mosquitos já adultos na natureza, como aconteceu há um ano, na primeira fase do projeto. O “Aedes do Bem™” foi considerado seguro pela Agência Regulatória Brasileira – não oferecendo riscos nem aos romanos e nem ao meio ambiente.

A diretora da Oxitec do Brasil, Natália Ferreira, explica que, ao adicionar água dentro da caixa de papelão, os ovos masculinos se transformam em larvas, de larvas a pupas, de pupas a adultos. “Quando o adulto estiver pronto, ele vai sair da caixa por um buraquinho para procurar fêmeas e acasalar”, conta. As caixas estão sendo colocadas em 12 bairros de Indaiatuba, com alto nível de infestação do Aedes aegypti.

Além da redução de custo com a produção em laboratório e a logística para a distribuição dos mosquitos adultos, com o uso dos ovos do “Aedes do Bem™ será possível alcançar lugares mais distantes. “O ovo é estável para transporte, já o mosquito adulto não”, justifica Natália.

A aplicação desta tecnologia não impede o uso de ferramentas convencionais de controle vetorial já implantadas pela Prefeitura, que continuará a campanha para eliminar os pontos de água parada onde o Aedes aegypti se reproduz. “O objetivo é que o novo mosquito ‘Aedes do Bem™’ seja avaliado como uma estratégia adicional no combate ao mosquito transmissor de dengue, Zika, febre amarela e Chikungunya”, informou o coordenador do Programa de Controle do Aedes aegypti da Secretaria Municipal de Saúde de Indaiatuba, Ulisses Bernardinetti.

O número de casos de dengue disparou 1.631% neste ano, em Indaiatuba, em relação à 2018. Para se ter uma ideia, no ano passado foram registrados 16 casos confirmados. Já neste ano, o número saltou para 277 casos confirmados da doença. Deste total, 266 foram autóctones, ou seja, transmitidos dentro do próprio município.

Share:

Latest posts

DJI-0017 (1)
Dor no bolso: conheça as principais despesas para empresas com frota própria de veículos
mustang2 (1)
Ford Slaviero realiza evento em comemoração aos 60 anos do lendário Mustang
CIEE-por-GusBenke-50
De Libras à logística: cursos gratuitos são oportunidade de capacitação com certificado

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

DJI-0017 (1)
Dor no bolso: conheça as principais despesas para empresas com frota própria de veículos
Com 20% das companhias privadas optando por frotas terceirizadas, setor vê crescimento. No começo do...
Saiba mais >
mustang2 (1)
Ford Slaviero realiza evento em comemoração aos 60 anos do lendário Mustang
22.° edição do evento reúne fãs do modelo em Curitiba Realizado na concessionária Ford Slaviero, uma...
Saiba mais >
CIEE-por-GusBenke-50
De Libras à logística: cursos gratuitos são oportunidade de capacitação com certificado
CIEE/PR oferece 22 opções presenciais em Curitiba para pessoas a partir de 14 anos; formação em Libras...
Saiba mais >
3903C-20230302-0048 (1)
Vero Vittá: inspiração para viver com qualidade e exclusividade no alto da Gleba Palhano
Lançamento de alto padrão da A.Yoshii traz espaços de lazer diferenciados e localização privilegiada...
Saiba mais >