Simpósio sobre investimento de impacto em conservação da natureza é foco de debates

[foogallery id=”7817″]
 
Durante o IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, tema “Negócios de Impacto” será amplamente discutido

Um assunto que vem ganhando relevância nacional no meio dos negócios será amplamente discutido durante o IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), que começará na próxima terça-feira (31), em Florianópolis (SC). O tema “Investimento de Impacto em Conservação da Natureza” será destaque em um dos Simpósios do evento e contará com a participação de palestrantes nacionais e internacionais.
Os chamados Negócios de Impacto – iniciativas financeiramente sustentáveis e que também geram benefícios sociais e ambientais – têm ganhado força no Brasil, predominantemente na área social, mas também buscam espaço no campo da conservação da natureza. Com esse objetivo, o Simpósio de Negócios de Impacto será realizado como forma de apresentar o tema para o público que ainda não possui familiaridade com o assunto. “O próprio tema geral do CBUC, ‘Futuros possíveis: economia e natureza’, traz a relação com economia. Com isso, entendemos que negócios também podem gerar conservação da natureza, a qual não deve contar apenas com recursos de caráter filantrópico, mas também com investimentos. E essa é uma das nossas principais crenças para construir um evento como esse”, destaca o Coordenador de Negócios e Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário, Guilherme Karam.
O Simpósio trará discussões nos três dias de evento. No primeiro (31/07), será apresentado um panorama global sobre investimento de impacto e finanças de conservação. Neste momento, os três palestrantes convidados apresentarão uma lógica conceitual do tema e como ele vem sendo abordado em outros países – onde a prática é bem consolidada -, mostrando modelos internacionais. Neste dia estarão participando Célia Cruz, do Instituto Cidadania Empresarial (ICE); Agustin Silvani, presidente de Finanças de Conservação na Conservation International (CI); e Jason Clay, vice-presidente sênior para mercados e alimentos do World Wide Fund for Nature (WWF). Cada um terá 30 minutos de apresentação, seguidos de uma conversa com o público.
O segundo dia (1º/08) reservará espaço para mostrar as perspectivas dos investidores, momento no qual os quatro participantes, com experiência na área de investimentos de impacto, trarão seu olhar sobre o assunto. O tempo reservado para cada palestrante será de 20 minutos, seguidos de um espaço aberto para perguntas. Luís Fernando Laranja, diretor da Kaeté Investimentos; Fábio Olmos, diretor da Permian Brasil Serviços Ambientais e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza; Gustavo Pimentel, diretor da Sitawi; e Guilherme Karam serão os palestrantes.
Por fim, no último dia (2/8), acontecerá uma mesa redonda entre investidores e investidos, trazendo a experiência real entre quem investiu e quem recebeu recursos para a viabilização de negócios de impacto na conservação da natureza – indicando os caminhos para o avanço de modelos de negócios como estes no Brasil. As duplas Edmond Baruque, diretor-presidente da Tobasa Bioindustrial de Babaçu S/A, e Luis Fernando Laranja, diretor da Kaete Investimento; George Braile, fundador da  Juçaí – Açaí da Mata Atlântica, e Oscar Graça Couto, investidor-anjo; e Laurent Micol, diretor de Investimentos e Governança da Pecuária Sustentável da Amazônia (PECSA), e Juan Carlos Gonzalez Aybar, diretor da Althelia Funds para a América Latina, irão falar sobre cada modelo de negócio e como foram construídas as histórias desde o início do investimento.
Neste dia também será apresentado o projeto Araucária +, desenvolvido há mais de cinco anos pela Fundação Grupo Boticário e pela Fundação Certi, e que tem como foco a conservação da Floresta da Araucária, bastante ameaçada no sul do Brasil, por meio de negócios inovadores. Participam da apresentação um representante de cada uma das Fundações, um produtor rural e o empreendedor que está à frente da iniciativa.
Sobre o IX CBUC
O IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), realizado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, periodicamente desde 1997, é um dos mais importantes fóruns da América Latina sobre áreas protegidas, seus desafios e sua importância para a sociedade. Neste ano, em sua nona edição, o evento acontece em Florianópolis (SC), entre 31 de julho a 2 de agosto de 2018. Além do Simpósio de Negócios, haverá outros dois simultâneos, um sobre conservação dos oceanos e outro sobre ecoturismo em áreas protegidas.
Paralelamente ao CBUC e aos Simpósios, há uma extensa programação aberta e gratuita,  possibilitando aos congressistas e À população de Florianópolis ter contato com iniciativas e projetos inovadores.
A programação do IX CBUC está disponível no site www.fundacaogrupoboticario.org.br/cbuc.
Sobre a Fundação Grupo Boticário
A Fundação Grupo Boticário é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial. A Fundação Grupo Boticário apoia ações de conservação da natureza em todo o Brasil, totalizando mais de 1.500 iniciativas apoiadas financeiramente. Protege 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, por meio da criação e manutenção de duas reservas naturais. Atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade. Também promove ações de mobilização, sensibilização e comunicação inovadoras, que aproximam a natureza do cotidiano das pessoas.

Share:

Latest posts

Sicredi
Associados com cartões Sicredi têm acesso exclusivo à pré-venda da turnê PaGGodin, de Léo Santana
 Prati-Donaduzzi
Apoio e acolhimento: imigrantes e refugiados conquistam oportunidade de crescimento em empresas brasileiras
Estudo clínico realizado pela farmacêutica em parceria com a USP de Ribeirão Preto é o único em andamento no país Créditos: Prati-Donaduzzi
Canabidiol ganha mercado e chega a 4 anos de comercialização em farmácias, desde que foi lançado por farmacêutica que abriu setor no Brasil

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Sicredi
Associados com cartões Sicredi têm acesso exclusivo à pré-venda da turnê PaGGodin, de Léo Santana
Além da compra antecipada, usuários do cartão contam com desconto especial de 20% na aquisição dos ingressos...
Saiba mais >
 Prati-Donaduzzi
Apoio e acolhimento: imigrantes e refugiados conquistam oportunidade de crescimento em empresas brasileiras
Número de trabalhadores estrangeiros no país saltou de 62 mil para 181 mil em uma década; jovem do Senegal...
Saiba mais >
Estudo clínico realizado pela farmacêutica em parceria com a USP de Ribeirão Preto é o único em andamento no país Créditos: Prati-Donaduzzi
Canabidiol ganha mercado e chega a 4 anos de comercialização em farmácias, desde que foi lançado por farmacêutica que abriu setor no Brasil
Incorporação no SUS deve ampliar acesso do medicamento à população; Prati-Donaduzzi investe em pesquisas...
Saiba mais >
Créditos: divulgação
Inscrições para Cursinho Solidário vão até o dia 25
Projeto oferece aulas gratuitas para vestibulandos As inscrições para o semiextensivo do Cursinho Solidário,...
Saiba mais >