Sugestão de entrevista – 5 de junho – Dia do Meio Ambiente

No dia 5 de junho é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, data recomendada pelas Nações Unidas, para estimular a reflexão sobre a conservação da natureza e todos os elementos que a compõem. Seja na área política, econômica ou social, o meio ambiente está no centro de várias discussões:
Sugestões:
– Reduções de áreas naturais causam impactos para todo o Brasil – confira 10 consequências que afetam toda a sociedade, desde o impacto no clima e regime de chuvas, até a geração de empregos e distribuição de renda.
– 2017 é o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento. O Brasil é privilegiado por ter belezas naturais em abundância e que podem contribuir para o desenvolvimento dos três pilares da sustentabilidade – econômica, social e ambiental.
– No dia 5 de junho, Dia do Meio Ambiente, começa a exposição “Na Batida da Onça”, realizada na Estação Natureza Pantanal, em Corumbá (MS). Nela, serão realizadas atividades lúdicas para diferenciar as características físicas e comportamentais dos felinos pantaneiros, suas pegadas, os sons que eles emitem e outras particularidades. A Estação Natureza Pantanal funciona há 11 anos, com exposição fixas e temporárias, com atividades para todas as idades, que possibilitam o contato das pessoas com a natureza.
– Em Recife, a exposição Conexão Estação Natureza leva a biodiversidade ao alcance de todos. A exposição itinerante e gratuita, promovida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, iniciou a temporada 2017 no dia 28 de maio, em comemoração à Semana do Meio Ambiente, com sua primeira parada no Shopping Guararapes, localizado na região metropolitana de Recife. A exposição oferece recursos tecnológicos que permitem experiências sensoriais e interativas para os participantes.
– A iniciativa Oásis estimula a proteção de áreas de vegetação nativa em propriedades particulares. É uma iniciativa de pagamento por serviços ambientais (PSA) que promove a valorização dos ambientes naturais natureza, por meio da premiação financeira a proprietários que se comprometam com a conservação das áreas naturais e a adoção de práticas conservacionistas de uso do solo, garantindo assim a manutenção e melhoria dos serviços ambientais providos por suas propriedades.
– Projetos de conservação aliam informação e educação ambiental para salvar espécies ameaçadas de extinção e são reconhecidos com prêmio nacional do Ministério do Meio Ambiente. O projeto “Dois papagaios ameaçados da Floresta das Araucárias: um esforço de conservação comum”, foi o vencedor na categoria Júri Popular. Já o prêmio na categoria Sociedade Civil foi para a Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), com o Projeto Periquito Cara-Suja.
– Programa Floresta Legal pretende ampliar a proteção da Mata Atlântica e Caatinga. Foi lançado, em Jacobina (BA), o “Floresta Legal –  Programa de Conservação em Terras Privadas”. A iniciativa incentivará a criação de 50 novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), somando mais de 5 mil hectares em áreas protegidas dentro de terras privadas, nos próximos quatro anos. O programa tem seu foco nas regiões de Mata Atlântica e Caatinga do Estado da Bahia, estado que lidera o índice de desmatamento no Brasil, de acordo com dados divulgados pela SOS Mata Atlântica e Inpe. O projeto também deverá abranger áreas específicas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
 
Além de projetos específicos, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza conta com a Rede de Especialistas em Conservação da Natureza – um grupo formado por 57 profissionais de referência nacional e internacional de diferentes áreas do conhecimento. Seu objetivo é estimular o debate em defesa da conservação da natureza brasileira e sua importância para a sociedade.
Para saber mais sobre os membros da Rede de Especialistas e solicitar entrevistas, acesse o Guia de Fontes disponível aqui.

Share:

Latest posts

Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024
Sicredi
Sicredi dobra o valor arrecadado em movimento nacional para o Rio Grande do Sul e inicia nova mobilização

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Estudo elaborado por aluno do Ensino Médio e UFPR ouviu cerca de mil alunos Uma pesquisa iniciada como...
Saiba mais >
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024
Com patrocínio da instituição financeira cooperativa, campeonato inicia em 21 de maio com onze clubes...
Saiba mais >
Sicredi
Sicredi dobra o valor arrecadado em movimento nacional para o Rio Grande do Sul e inicia nova mobilização
Instituição financeira cooperativa também atua na linha de frente de centros de distribuição de donativos,...
Saiba mais >
Thiago Cassi Bobato é coordenador médico do Pronto Socorro e do Hospital Universitário Cajuru Créditos: Divulgação
Acidentes de trânsito, um problema de saúde pública
Thiago Cassi Bobato* A cada dia que passa, as manchetes dos jornais nos confrontam com uma realidade...
Saiba mais >