+55 41 3026.2610

NOTÍCIAS CENTRAL PRESS

Sistema educacional é apontado como uma das causas do problema

Um estudo encomendado pela NASA pode jogar luz sobre uma discussão que mobiliza especialistas e educadores. A pesquisa, conduzida pelos cientistas George Land e Beth Jarman, se baseia em testes realizados com 1.600 crianças nos EUA. No primeiro teste, as crianças tinham entre 3 e 5 anos e 98% apresentaram alta criatividade; o mesmo grupo foi testado aos 10 anos e esse percentual caiu para 30%; aos 15 anos, somente 12% mantiveram um alto índice de criatividade. Um teste similar foi aplicado posteriormente em mais 200 mil adultos e apenas 2% se mostraram altamente criativos. Para os cientistas que conduziram os testes, a conclusão é de que ao longo do tempo as pessoas aprendem a ser ‘não criativos’.

Onde está o problema? A família, a escola e as empresas têm tido sucesso em inibir o pensamento criativo. Os pais, ao educar, ainda que inconscientemente, acabam tolhendo e limitando o desenvolvimento do ‘pensar’ dos filhos, ensinando, desde cedo, que há apenas dois caminhos a seguir: o certo e o errado. Empregadores e gestores que adotam discursos valorizando a criatividade, muitas vezes também seguem na direção contrária, engessando e formatando fluxos e processos. Embora o mercado de trabalho valorize cada vez mais a criatividade como um atributo essencial, as empresas ainda falham ao não rever processos internos, metodologias e estruturas organizacionais que comprometem o exercício e o estímulo ao livre pensamento. Um estudo feito pela Adobe com mais de 5 mil pessoas em cinco países mostrou que profissionais criativos têm uma renda até 13% mais alta que os demais. Além disso, esses indivíduos são mais produtivos e mais competitivos. Nada mais lógico, então, que estimular o exercício da criatividade desde cedo.

O assessor de Arte do Sistema de Ensino Aprende Brasil, Rafael Pawlina, explica que “desenvolver a criatividade é tão importante para os estudantes quanto qualquer outro conteúdo do currículo escolar. Tanto que está incluída entre as competências socioemocionais propostas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”. Segundo ele, é por meio da criatividade que as crianças poderão colocar os conteúdos em prática – e cabe à escola contribuir com um ambiente que permita desenvolver essa habilidade.

Arte para alimentar a criatividade

Algumas iniciativas simples podem contribuir nesse sentido. No pequeno município de Içara, perto do litoral de Santa Catarina, a Secretaria de Educação entendeu que, principalmente devido à pandemia de Covid-19, era necessário investir em atividades que ajudassem a aflorar a ludicidade e a criatividade nos estudantes da rede municipal. Assim nasceu o projeto “Um Artista em Minha Casa”, que promoveu encontros virtuais entre as crianças e artistas de diversas áreas para falar sobre arte e criatividade.

A coordenadora pedagógica de artes da rede municipal de ensino, Lilian Rosane Phillippi, explica que a ideia do projeto é permitir que as crianças conheçam e interajam com artistas locais e nacionais. “Trabalhamos com alunos de várias séries juntos, estudando vida e obra dos artistas e, depois, trouxemos esses artistas para ter uma conversa com as turmas”.

Iniciativas como essa são fundamentais para a construção de repertório das crianças, como lembra Pawlina. “Quando criamos, estamos, na verdade, acessando nossa memória e buscando referências ali. No caso de um desenho, vamos buscar referências de imagens que vimos, lugares em que estivemos, vivências que tivemos. Depois é que vamos colocar isso no papel. Então, oferecer repertório para os estudantes é essencial, porque amplia as possibilidades que eles vão acessar quando precisarem ser criativos”, explica. 

Escola criativa

A criatividade também pode ser estimulada eliminando práticas que limitam o potencial criativo dos estudantes. Pawlina alerta que, ao dar um problema para a criança resolver, é preciso deixar que ela o resolva sem limitar as possibilidades a “certo” e “errado”. “Muitas vezes, a criança não consegue ser criativa porque está com medo de errar. Quanto mais medo de errar, menos criativa ela será. Então é bom deixarmos as crianças livres para pensar fora da caixa”, finaliza.

Segundo o jornalista, publicitário e escritor Paulo Tadeu, autor do livro “Exercícios de Criatividade: 50 desafios para a mente sair do lugar comum”, no ambiente escolar, sempre existe uma briga entre disciplina e indisciplina. “A mente criativa tem uma indisciplina interna, está sempre buscando sair do lugar comum. Por outro lado, a criatividade precisa da repetição, da transpiração – e isso requer disciplina. Cabe à escola, portanto, equilibrar a necessidade da disciplina e a possibilidade da criação e inovação livres”, afirma.

Outro fator importante, segundo Tadeu, é permitir que os estudantes entendam que é possível ser criativo em qualquer área, em qualquer momento. “A criatividade não está ligada apenas a atividades artísticas ou profissões específicas, mas principalmente às mentes curiosas. Hoje, isso é muito visto no universo das startups, com jovens criando empresas, produtos, ideias novas e vendo que a inovação traz resultados, traz dinheiro. Ser criativo não é necessariamente ser revolucionário. A humanidade evolui com pequenas inovações, pequenos ajustes”, destaca.

Esses e outros debates sobre o papel das escolas no estímulo à criatividade estão no 17º episódio do podcast PodAprender, cujo tema é “Criatividade: como desenvolver, praticar e ensinar?”. O programa pode ser ouvido no site do Sistema de Ensino Aprende Brasil (sistemaaprendebrasil.com.br), nas plataformas Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts e nos principais agregadores de podcasts disponíveis no Brasil.

Estudo mostra que criatividade se perde com o tempo

Estudo mostra que criatividade se perde com o tempo

Sistema educacional é apontado como uma das causas do...
Saiba mais
Participação dos jovens no processo eleitoral é a menor em 30 anos

Participação dos jovens no processo eleitoral é a menor em 30 anos

Educadores defendem a importância de falar sobre democracia com...
Saiba mais
Escola e eleições: como ensinar cidadania

Escola e eleições: como ensinar cidadania

Aproveitar o processo eleitoral para falar sobre democracia com...
Saiba mais
Saúde mental de professores durante pandemia gera preocupação

Saúde mental de professores durante pandemia gera preocupação

Pesquisas apontam aumento de ansiedade e outros transtornos entre...
Saiba mais
Trindade do Sul tem considerável avanço na Educação, segundo Ideb

Trindade do Sul tem considerável avanço na Educação, segundo Ideb

Município alcança melhor nota histórica no Ideb nos anos...
Saiba mais
Quaraí tem melhor Ideb da Fronteira Oeste do RS

Quaraí tem melhor Ideb da Fronteira Oeste do RS

Município alcança nota maior que a meta de 2021...
Saiba mais
Brasil não experimenta homeschooling durante isolamento

Brasil não experimenta homeschooling durante isolamento

“Pais em home-office, crianças em homeschooling”, essa é uma...
Saiba mais
Aprende Brasil realiza videoconferência gratuita sobre competências socioemocionais

Aprende Brasil realiza videoconferência gratuita sobre competências socioemocionais

Robson Lima aborda a importância do repertório cultural em...
Saiba mais
Gestores educacionais debatem interrupção das aulas municipais

Gestores educacionais debatem interrupção das aulas municipais

Encontro virtual faz parte de sequência de videoconferências realizadas...
Saiba mais
Polêmica: Educação Infantil precisa de material didático?

Polêmica: Educação Infantil precisa de material didático?

A adoção ou não de material didático na Educação...
Saiba mais
Clóvis de Barros ministra palestra em Ribeirão Preto

Clóvis de Barros ministra palestra em Ribeirão Preto

Na próxima quinta-feira, 31 de outubro, Ribeirão Preto recebe...
Saiba mais
Matinhos investe na base da Educação

Matinhos investe na base da Educação

Secretaria de Educação anuncia novo sistema de ensino que...
Saiba mais
Aprende Brasil recebe Prêmio Top Educação

Aprende Brasil recebe Prêmio Top Educação

Pela sexta vez consecutiva, a Editora Positivo recebeu o...
Saiba mais
BNCC: Ribeirão Preto é palco de debate nacional

BNCC: Ribeirão Preto é palco de debate nacional

Com a presença de Carlos Wiens e Leandro Karnal,...
Saiba mais
Propostas contra canudos e sacolas plásticas decide Eleição do Fundo do Mar

Propostas contra canudos e sacolas plásticas decide Eleição do Fundo do Mar

Alunos da rede municipal de ensino de Governador Celso...
Saiba mais
Eleição fictícia leva alunos de Governador Celso Ramos às urnas

Eleição fictícia leva alunos de Governador Celso Ramos às urnas

Com foco no ensino da democracia e consciência ambiental,...
Saiba mais
Educação Básica de Iconha cresce 4,8% e supera meta para 2021

Educação Básica de Iconha cresce 4,8% e supera meta para 2021

Município alcança índice maior que as médias estadual e...
Saiba mais
Santiago do Sul está entre as melhores na Educação Básica em SC

Santiago do Sul está entre as melhores na Educação Básica em SC

Nos anos iniciais da Educação Básica, município alcança melhor...
Saiba mais
Aprende Brasil comemora resultados do Ideb

Aprende Brasil comemora resultados do Ideb

Sistema de ensino apresenta melhor resultado histórico em todas...
Saiba mais
Copa do Mundo invade salas de aula

Copa do Mundo invade salas de aula

Brincadeira com cartas distribuídas nas escolas municipais faz com...
Saiba mais
Rede municipal de ensino de Carmo do Paranaíba adota sistema Aprende Brasil

Rede municipal de ensino de Carmo do Paranaíba adota sistema Aprende Brasil

Novo sistema beneficia alunos, professores e gestores educacionais A...
Saiba mais