Negócios

Postado no dia: 09 setembro 2021

Unidade de Beneficiamento de Leite brasileira recebe certificação internacional

Selo FSSC 22000 comprova segurança de alimentos e aumenta competitividade no mercado internacional

O selo FSSC (Food Safety System Certification) 22000 é objeto de desejo de toda a indústria alimentícia no Brasil e no mundo. Com a certificação, as empresas comprovam a segurança de alimentos da cadeia produtiva, aumentam a competitividade no mercado internacional e consolidam seus produtos nas prateleiras do consumidor nacional. Até o primeiro semestre de 2021, apenas três companhias brasileiras de lácteos possuíam tal credencial, sendo uma delas a Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL) de Itapetininga, em São Paulo, que desde julho de 2019 atende a todos os requisitos pertinentes, inclusive requisitos legais exigidos por órgãos como Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), entre outras instituições.

A UBL de Itapetininga, que pertence à Unium, marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, segunda maior fabricante de leite brasileira, recebeu a validação da nova versão 5.1 após extensa auditoria no mês de julho. “O acompanhamento teve como intuito atestar a qualidade de atuação de toda a cadeia produtiva do leite UHT, desde a recepção até a expedição, por meio de exigências como, por exemplo, a aplicação da Matriz Swot relacionada à segurança dos alimentos, que nos auxiliou a identificar pontos fortes e questões a serem melhoradas”, explica o gerente de Qualidade da Unium, Paulo Mauricio Basto.

No mundo inteiro, há em torno de 25 mil empresas autenticadas pelo certificado. No setor de lácteos são 43, sendo somente três delas no Brasil. A auditoria foi realizada pela Bureau Veritas, e a certificação garante a procedência dos produtos das cooperativas que, em sua maioria, são comercializados para para grandes empresas nacionais e multinacionais. Com esse reconhecimento, as UBLs são certificadas pela integridade no mercado e aumentam a confiança do consumidor, pois a FSSC 22000 é um certificado que atesta a segurança dos processos e, consequentemente, dos produtos fabricados.

“Foi necessário muito estudo, disciplina e um trabalho dinâmico e permanente para alcançarmos novamente esse objetivo. Atendemos grandes clientes, tanto nacionais quanto internacionais, e com o FSSC 22000, asseguramos que nosso produto é seguro e 100% confiável”, acrescenta o gerente de Qualidade.

Sobre a Unium

Marca institucional das indústrias das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, a Unium representa os projetos em que as cooperativas paranaenses atuam em parceria. Conta com três marcas de lácteos: Naturalle – com produtos livres de aditivos -, Colônia Holandesa e Colaso. No setor de grãos, a Unium tem a marca Herança Holandesa – farinha de trigo produzida em uma unidade totalmente adequada à ISO 22000, com elevados padrões de exigência.

Além disso, fazem parte dos negócios a Alegra, indústria de alimentos derivados da carne suína, e a Energik, usina de produção de energia sustentável, todas reconhecidas pela qualidade e excelência. Mais informações: http://unium.coop.br/.

  • Tags:
  • Unium

Notícias relacionadas

Leia mais

Reajustes de 2022: veja o que fica mais caro no próximo ano

Alimentos, combustíveis, energia elétrica e imóveis são algumas das várias “vítimas” da…

Saiba mais
Leia mais

Cursos fora do comum ganham preferência dos estudantes

Cursos de graduação pouco conhecidos, mas muito concorridos, despertam cada vez mais a atenção…

Saiba mais
Leia mais

Colégio Positivo é premiado como “Escola de Excelência” pelo Climate Action Project

Colégios do Grupo Positivo receberam o Climate Action Project School of Excellence, pelo trabalho…

Saiba mais

Ver todas notícias

×