Universidade Positivo lança cursos livres na área de gestão municipal

[flgallery id=406 /]

Objetivo é capacitar candidatos e eleitores a encontrar soluções ajustadas à realidade local

Dados da Justiça Eleitoral apontam que apenas 21% dos candidatos a prefeito, vice, e vereador em todo o país têm o ensino superior completo. Outros 37,3% chegaram a concluir o ensino médio, 13,6% tem o ensino fundamental completo e 15,4% não terminaram sequer essa etapa de ensino. São candidatos com este perfil escolar que prometem ao eleitor defender ações para melhorar a qualidade de vida das cidades, algo que depende principalmente de planejamento em urbanização.
Pensando em fomentar o debate a respeito da necessidade da presença de mais profissionais para planejar os municípios, uma exigência que é prevista no Estatuto das Cidades, a Universidade Positivo criou três cursos livres para analisar o próprio Estatuto das Cidades, o Estatuto das Metrópoles e Metropolização Brasileira e o Plano Diretor Municipal. Os cursos são direcionados à comunidade, principalmente os candidatos a cargos públicos que disputam a atual eleição municipal, além de servidores públicos, engenheiros, arquitetos e urbanistas.
“Os vereadores são os responsáveis pela aprovação dessa legislação do plano diretor, mas a maioria dos vereadores não tem conhecimento dessa questão urbana. É uma postura que vem sendo alterada, mas a gente tem uma demanda grande por qualificação de técnicos, na maioria dos municípios”, ressalta Mônica Janke de Castro Prosdócimo, arquiteta e urbanista que vai ministrar aulas nos cursos sobre Estatuto das Cidades e Plano Diretor.
Os três cursos que serão ministrados na Universidade Positivo têm a finalidade de preparar os participantes para planejar o desenvolvimento urbano e garantir que o que foi colocado no papel seja mesmo efetivado na prática. A professor Mônica lembra da recuperação urbana que a zona portuária do Rio de Janeiro sofreu para receber os jogos olímpicos. “A área do porto sempre foi conhecida por estar degradada. Com a vinda dos jogos, toda a zona portuária foi remodelada, um dos legados deixados pelo evento esportivo e que só foi possível graças ao planejamento”, ressalta. “O exemplo recente de intervenção urbana, ajuda a entender a necessidade de colocar dentro das administrações municipais, principalmente em municípios pequenos e de médio porte, pessoas preparadas para que o Estatuto das Cidades seja cumprido atrás do plano diretor”, diz a professora.
 
Serviço:
Cursos Livres – Estatuto das Metrópoles, Metropolização Brasileira e Plano Diretor Municipal
Quando: Sextas-feiras, das 19h às 22h30 e sábados, das 8h às 11h40 e 13h30 às 17h10
Local: Universidade Positivo (R. Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300 – Ecoville)
Informações e inscrições: www.up.edu.br/#cursos-livres/presencial
 
Sobre a Universidade Positivo – A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 59 cursos de Graduação (31 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 26 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. É considerada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a melhor universidade privada do Paraná, pelo quarto ano consecutivo.

Share:

Latest posts

volta2
Projeto da rede pública de Mariópolis vence concurso nacional de Educação
Aposentada Anete Langaro retomou atividades dias após realizar artroplastia total de joelho Créditos: Arquivo pessoal
Técnicas avançadas favorecem cirurgias menos invasivas em idosos
Tatielle Alyne, atleta de futebol feminino de 19 anos, tem difícil missão de lidar com uma lesão enquanto corre atrás de seus sonhos no esporte Créditos: Arquivo pessoal
Mulheres enfrentam maior risco de lesões em joelhos na prática de esporte

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

volta2
Projeto da rede pública de Mariópolis vence concurso nacional de Educação
Trabalho sobre diferentes culturas foi feito com turma da Educação Infantil O projeto “Vamos dar a...
Saiba mais >
Aposentada Anete Langaro retomou atividades dias após realizar artroplastia total de joelho Créditos: Arquivo pessoal
Técnicas avançadas favorecem cirurgias menos invasivas em idosos
Hospitais registram crescimento superior a 40% em procedimentos para pacientes acima de 70 anos; avanços...
Saiba mais >
Tatielle Alyne, atleta de futebol feminino de 19 anos, tem difícil missão de lidar com uma lesão enquanto corre atrás de seus sonhos no esporte Créditos: Arquivo pessoal
Mulheres enfrentam maior risco de lesões em joelhos na prática de esporte
Estudos indicam que chance é até oito vezes maior entre as jogadoras e o futebol é campeão nesse tipo...
Saiba mais >
Espaços para prática da fé em hospitais são demonstração de respeito às necessidades de pacientes e familiares Créditos: Divulgação
Espaços para prática da fé e espiritualidade são aliados no tratamento e internações médicas
Acolhimento se estende a pacientes, familiares e profissionais da saúde, com iniciativas perto de centros...
Saiba mais >