+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Imposto de Renda: o que mudou e por que não deixar para última hora

Postado no dia: 8 de Março de 2019
Imposto de Renda: o que mudou e por que não deixar para última hora
  1. O serviço será gratuito na Praça Osório, em frente à Universidade Positivo Créditos: Divulgação

O prazo para declarar o Imposto de Renda já começou e vai até o dia 30 de abril. De acordo com a Receita Federal, neste ano, são esperadas 30 milhões de declarações. Dentre as principais novidades na hora de encarar o Leão, está a exigência de CPF para dependentes, mesmo abaixo de 8 anos. Segundo o coordenador e professor dos programas de MBA nas áreas Tributária, Contábil e de Controladoria da Universidade Positivo, Marco Pitta,  as informações complementares, temidas por muitos contribuintes, sobre posse de veículos (como o Renavam) e imóveis (data de aquisição, área do imóvel, número de registro, por exemplo) , continuam facultativas para 2019.

Em geral, precisam declarar contribuintes que obtiveram rendimento superior a R$ 28.559,70 em 2018, quem obteve ganho de capital pela alienação de bens e direitos, realizou operação na Bolsa de Valores, recebeu rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados na fonte (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança) acima de R$ 40 mil em 2018 – ou que tenham bens com valor acima de R$ 300 mil, entre outras situações mais específicas.

E com todas as mudanças e complexidade do assunto, é importante não deixar o processo para última hora. Pitta dá alguns motivos para iniciar a declaração o quanto antes:

  • Não deixar de cumprir o prazo, pois há multa mínima de R$ 165,74 que pode chegar a 20% sobre o valor do imposto.
  • A quantidade de itens que passaram a ser obrigatórios a partir deste ano – então, quanto antes se preparar, mais tempo terá para coletar essas informações.
  • Restituição: quem envia primeiro tem grandes chances de receber o valor antes, a partir do segundo lote, provavelmente em julho de 2019.
  • Se feito com calma e atenção, há menos chance de erros e problemas futuros.

 

Tira dúvidas em Curitiba

Com o objetivo de auxiliar àqueles que têm dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF), alunos do curso de Ciências Contábeis da Universidade Positivo vão oferecer orientações gratuitas, com apoio dos professores. Os atendimentos acontecem na Praça Osório, em frente à Universidade Positivo, nos dias 30 de março, 6 e 13 de abril (sábados), das 9h às 13h. O serviço é gratuito e os interessados não precisam se inscrever. O atendimento é por ordem de chegada.


Serviço

Orientação Imposto de Renda – Universidade Positivo
Local: Praça Osório, 125 – Centro (em frente à Universidade)
Data: sábados, 30 de março, 6 e 13 de abril, das 9h às 13h
Mais informações: Giovani Berdini – giovani.berdini@up.edu.br

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece mais de 50 cursos de Graduação presenciais, quatro cursos de Doutorado, sete cursos de Mestrado, mais de 190 programas de Especialização e MBA, sete cursos de idiomas e dezenas de programas de Extensão. A Universidade Positivo conta com sete unidades em Curitiba, uma unidade em Londrina (PR), uma unidade em Joinville (SC), além de polos de Educação a Distância (EAD) em mais de 50 cidades espalhadas pelo Brasil. Em 2018, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric.

Todas as notícias