+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

“O Barco dos Sonhos” ganha reconhecimento internacional

Postado no dia: 5 de junho de 2017
“O Barco dos Sonhos” ganha reconhecimento internacional

  1. Rogério Coelho com as edições premiadas no Brasil e nos EUA(Divulgação)
  2. O Barco dos Sonhos(Divulgação)
  3. Ilustração de O Barco dos Sonhos(Divulgação)

Depois de conquistar o Prêmio Jabuti, em 2016, e o HQMIX para desenhista nacional, “O Barco dos Sonhos” (Editora Positivo, R$ 39,80), de Rogério Coelho, acaba de alcançar mais uma conquista: a medalha de ouro na categoria “children’s picture books” (para todas as idades) no Independent Publisher Book Awards 2017, na edição americana, pela Tilbury House Publishers.

O Independent Publisher Book Awards, também conhecido como o IPPY Awards, é um concurso anual de prêmios de livros realizado para homenagear os melhores títulos independentes do ano. Os prêmios estão abertos a autores e editores independentes em todo o mundo que produzem livros escritos em inglês e destinados ao mercado norte-americano.

Considerado uma das maiores honras aos editores independentes, o concurso deste ano reuniu quase 5 mil inscritos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e de outros 29 países ao redor do mundo.  “A distinção foi uma surpresa e tem uma grande relevância para o meu trabalho, especialmente por fazer com que O Barco figure em uma lista de recomendados que vai para 15 mil influenciadores, agentes bibliotecários e compradores do mundo todo”, explica o autor Rogério Coelho. A obra também ganha um selo especial de recomendação que auxilia as vendas no atacado e no varejo, popularizando ainda mais o livro.

Lançado no final do ano passado nos Estados Unidos, “O Barco dos Sonhos” tem recebido uma série de críticas positivas, incluindo uma recomendação estrelada da Booklistonline, desenvolvida pela American Library Association (ALA), a mais antiga e maior associação de bibliotecas do mundo. Nela,  o crítico Michael Cart destaca o estilo expressionista de Rogério Coelho e o compara a storyboards para um filme de Tim Burton.  “Posso dizer que O Barco tem me ofertado muitos projetos como ilustrador nos Estados Unidos e isso é muito gratificante”, destaca o autor.

Neste sentido, Coelho explica que muita coisa ainda pode surgir em virtude de “O Barco dos Sonhos”, um livro que levou quase sete anos para ficar pronto – entre ideia e consolidação. “É um projeto pessoal, diferente de outros convites que chegam para ilustrar uma obra pronta ou em andamento. Assim, considero este livro como um conjunto de escolhas que deram certo. Foi um trabalho de fôlego, de força, e que me ensinou a ser fiel ao que me faz sentido na ilustração e na narrativa”, argumenta.

Sobre a Obra

“O Barco dos Sonhos”, de Rogério Coelho, é uma encantadora narrativa em que a realidade e o sonho se misturam. As belíssimas imagens que compõem esse livro retratam a magia que pode surgir de uma folha em branco, das mãos de um velho ou das de um menino, da misteriosa correspondência entre os dois. Trabalha temas como amizade, afetividade, gerações, realidade e imaginação. Recomendado para crianças a partir de 9 anos. Preço sugerido: R$ 39,80.

Sobre a Editora Positivo: fundada há 37 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino e com o Conquista. Cerca de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

Todas as notícias