+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Sistema Positivo de Ensino alerta escolas sobre riscos da internet

Postado no dia: 30 de agosto de 2018
Sistema Positivo de Ensino alerta escolas sobre riscos da internet
  1. Jogo Momo é uma das preocupações dos pais e professores Créditos: Divulgação
  2. Patrícia Peck Pinheiro, especialista em Direito Digital e palestrante Crédito: Divulgação

Fake news e casos recentes, como o jogo Momo, são abordados em debate com educadores

Preocupado com os riscos a que crianças e adolescentes estão expostos na internet, o Sistema Positivo de Ensino recebe, na próxima segunda-feira (3), em Curitiba, escolas de todo o Brasil para o evento Conecta Positivo, que visa debater o papel da escola no combate ao cyberbullying, crimes digitais e fake news. Na ocasião, as escolas participantes ainda irão receber o selo “Escola Digital Segura”, do Instituto iStart.

O evento recebe a especialista em Direito Digital, Patrícia Peck Pinheiro, idealizadora do Movimento “Família mais Segura na Internet” e fundadora do Instituto iStart. Premiada seis anos consecutivos como uma das advogadas brasileiras mais admiradas na área de propriedade intelectual, ela fala sobre cidadania digital. “A tecnologia não precisa ser vista como um mal ou um perigo. Tudo depende de como ela é usada. Logo, cabe ao responsável pelos menores essa primeira orientação sobre os limites da internet”, enfatiza.

A diretora pedagógica do Sistema Positivo de Ensino, Acedriana Vogel, alerta para o caso recente que tem preocupado pais e educadores em todo o mundo: o Momo – um jogo de desafios que rouba dados, envia conteúdo impróprio e ameaça crianças e adolescentes com provocações que estimulam a autolesão e o suicídio. “É fundamental que os educadores, juntamente com os pais, estejam preparados para orientar crianças e adolescentes a não adicionar pessoas desconhecidas, bloquear contatos indesejados, não compartilhar informações e nem iniciar conversa com o suposto usuário ‘MOMO’”, ressalta.

Outro convidado para o encontro é o Doutor em Educação Histórica e professor do Curso Positivo, Daniel Medeiros. Ele apresenta um estudo que mostra que os jovens são os mais inclinados à compartilharem fake news, pois são os mais ativos nas redes sociais e os que menos checam as informações do conteúdo. Segundo Medeiros, são três os fatores que levam a geração Z a disseminar fake news: os jovens não leem muito, estão conectados pelo celular o tempo todo e buscam notoriedade por meio de compartilhamentos. “As pessoas que têm menor influência na rede veem nessas notícias uma chance de ganhar algum tipo de popularidade”, afirma.

O Selo Escola Digital Segura, que garante o uso ético, seguro, saudável e legal desses recursos tecnológicos, dentro e fora da sala de aula, será entregue para trinta escolas conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino que receberam durante consultoria especializada para cumprirem requisitos nos âmbitos social, tecnológico, normativo e pedagógico. A partir de um processo orientativo de alunos, pais e professores, a iniciativa representa o resultado do trabalho contínuo em prol da melhoria do ensino e apoio social dentro de uma metodologia inovadora.

Serviço

Conecta Positivo

Onde: Espaço Positivo – Editora Positivo (Rua Major Heitor Guimarães, 174 – Seminário. Curitiba)

Quando: 3 de setembro de 2018

Programação: 9h – Abertura do evento – Acedriana Vogel
9h15 – Cidadania Digital – Dra.Patrícia Peck
10h15 – Fake News, um fenômeno social – Prof. Daniel Medeiro

 

Sobre a Editora Positivo

Fundada em 1979, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Mais de 800 mil alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

 

Sobre o Sistema Positivo de Ensino

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação. O Sistema Positivo de Ensino está presente em 1.890 escolas, atendendo mais de 500 mil alunos em 950 municípios do território nacional.

Todas as notícias