+55 41 3026.2610

NOTÍCIAS CENTRAL PRESS

Projeto Clássicos Positivo traz oito espetáculos a Curitiba até o fim do ano

  1. A Sagração da Primavera - 27/04 - Teatro Positivo Créditos: Divulgação / Teatro Positivo

O Teatro Positivo recebe, no dia 27 de abril, às 10h30, a peça A Sagração da Primavera, do compositor russo Igor Stravinsky. O espetáculo abre o calendário 2019 do projeto Clássicos Positivo, que reforça o posicionamento do Positivo enquanto incentivador da cultura e da arte no Paraná, tendo como principal viés o incentivo à música clássica. O ingresso tem preço simbólico de R$ 30,00 e a arrecadação é  revertida para o Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná. São oito atrações até o final do ano, sempre no Teatro Positivo.

No dia 27 de junho é a vez da estreia do novo corpo da Boston Philharmonic Orchestra, uma das mais importantes formações sinfônicas dos Estados Unidos, descrita como “espetacular em todos os aspetos” pelo Boston Globe. A formação, sob a direção musical do maestro Benjamin Zander, destaca-se pela técnica de seus integrantes e pela rica sonoridade.

Dia 11 de julho, o curitibano Estefan Latcekiw, prodígio do piano brasileiro da atualidade, faz apresentação única, às 20h. O jovem de apenas 15 anos é uma das grandes revelações do cenário musical clássico do Brasil. No ano passado, obteve o 1º lugar no lV Concurso Internacional de Piano Rachmaninov para Jovens Pianistas, realizado na Alemanha, pela melhor interpretação da obra do compositor russo.

Em agosto, o Teatro Positivo recebe novamente o filme-concerto Chaplin – Tempos Modernos, que arrancou aplausos de 2.500 espectadores na temporada 2018 do Clássicos Positivo. A apresentação, com regência do maestro Stefan Geiger e a Orquestra Sinfônica do Paraná, acontece no dia 22, às 20h. O maestro alemão volta ao palco do Teatro Positivo no dia 21 de setembro, às 10h30, para o Genius Concert on Saturday, com a 5a Sinfonia de Beethoven e a abertura da ópera “La Forza del Destino”, de Giuseppe Verdi.

Em homenagem ao Dia das Crianças, no dia 10 de outubro, a Camerata Antiqua, sob regência de Marta Campos, faz duas apresentações de Villa-Lobos para crianças – O Concerto Mágico e Tuhu. As composições de Villa-Lobos, que quando criança era chamado de Tuhu, fazem parte do cancioneiro popular “O Cravo Brigou com a Rosa”, “Cai-Cai Balão”, “Sapo Jururu”, entre outros.

No dia 19 de novembro, o Clássicos Positivo traz, como destaque internacional, o conjunto English Baroque Soloists, sob o comando do regente Sir John Eliot Gardiner, que se apresenta com o Monteverdi Choir – referências mundiais na interpretação do Barroco e exímios intérpretes das óperas e oratórios do período. O calendário 2019 se encerra no dia 13 de dezembro com o tradicional “Grande Concerto de Natal”, da Universidade Positivo.

Integralmente patrocinados pelo Grupo Positivo, além de incentivarem a cultura local, todos os espetáculos possuem fundo social. O projeto Clássicos Positivo surgiu em 2018, como parte das comemorações dos 10 anos do Teatro Positivo, e promoveu quatro espetáculos: Luzes da Cidade, de Charlie Chaplin com a Orquestra Sinfônica do Paraná; Concerto de piano com Yuja Wang; Orquestra de Câmara de Viena com Stefan Vladar; e Grande Concerto de Natal.

 

A Sagração da Primavera – Igor Stravinsky

Considerada uma das peças mais influentes da história da música ocidental, a “Sagração da Primavera” abriu caminho para a consolidação de uma forma totalmente nova de se pensar a música. Sua estreia, junto ao ballet homônimo do coreógrafo russo Vaslav Nijinsky (Ballets Russes de Diaghilev), aconteceu em 1913, no teatro Champs-Élysées, em Paris, e provocou grande polêmica. O enredo narra um ritual de sacrifício à primavera em uma Rússia primitiva, que consiste na escolha de uma virgem eleita para dançar até a morte.

O debute da obra revoltou o público da época, provocando vaias ensurdecedoras, contidas apenas com a ação da polícia. Por outro lado, a polêmica de estreia levou Stravinsky ao imediato reconhecimento internacional. Musicalmente, o compositor recolocou o ritmo como elemento central, sobrepondo padrões em uma espécie de colagem musical complexa e intensa. Em oposição ao lirismo melódico, à intensa fluidez temporal e à beleza imediata das correntes composicionais anteriores – como as do Romantismo e do Impressionismo – a “Sagração” inaugurou uma nova estética, brutal e impactante, reconfigurando os moldes da música de concerto europeia.

O compositor russo segue, ainda hoje, sendo um dos nomes de maior prestígio no mundo da música erudita. A execução da estreia da peça, patrocinada pelo Grupo Positivo e realizada a partir da parceria entre a Orquestra Sinfônica do Paraná e o Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná – IAOSP no dia 27 de abril, segue fielmente a orquestração prevista por Stravisky. Além dos quase 100 músicos previstos, foram atendidas as especificidades de instrumentação que tornam a obra tão emblemática, como a presença da tuba wagneriana. É uma oportunidade imperdível de que o público presencie um dos grandes clássicos da música de concerto mundial em uma performance do mais alto nível de excelência.

 

Serviço

Clássicos Positivo: A Sagração da Primavera – Igor Stravinsky

Quando: 27 de abril, sábado, às 10h30

Local: Teatro Positivo  (Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Ecoville).

Ingressos a R$ 30,00 * (inteira), à venda no Disk Ingressos

Renda revertida para o Instituto de Apoio à Orquestra Sinfônica do Paraná

 

Sobre o Grupo Positivo – O Positivo nasceu em 1972 a partir da ideia uma equipe de professores que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou a sua liderança em todas as suas áreas de atuação: Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica. Por meio da sua Divisão de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior com aproximadamente 52 mil alunos. De acordo com a Revista Amanhã, o Positivo é a maior empresa do setor de educação do Sul do país. Mais de 1 milhão de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Tecnologia. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, imprime e distribui mais de 50 milhões de livros por ano. Na área cultural, tem sete espaços em atividade. O Grupo conta ainda com o Instituto Positivo, que desenvolve ações voltadas para a melhoria da Educação Pública.

Positivo abre calendário 2019 de música clássica

Positivo abre calendário 2019 de música clássica

Projeto Clássicos Positivo traz oito espetáculos a Curitiba até...
Saiba mais
Grupo Positivo traz Yuja Wang a Curitiba

Grupo Positivo traz Yuja Wang a Curitiba

Celebrada como um dos fenômenos da atualidade, pianista chinesa...
Saiba mais
Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta filme-concerto com obra de Chaplin

Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta filme-concerto com obra de Chaplin

Espetáculo acontece dia 26 de setembro, no Teatro Positivo,...
Saiba mais
Positivo traz música erudita a Curitiba

Positivo traz música erudita a Curitiba

Para marcar os 10 anos do Teatro Positivo, o...
Saiba mais