Meio Ambiente

Postado no dia: 18 maio 2018

22 de maio – Dia Internacional da Biodiversidade: a palavra de significado e valor ainda pouco compreendidos

A importância da Biodiversidade será lembrada na próxima terça-feira (22/05) no Dia Internacional da Diversidade Biológica, que, nesse ano, ganha força com a celebração dos 25 anos de criação da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (CDB).
Estabelecida durante a ECO-92 – a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CNUMAD), realizada no Rio de Janeiro em junho de 1992 – a CDB é hoje o principal fórum mundial para questões relacionadas ao tema. A própria Convenção define que a biodiversidade é a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, entre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos dos quais fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro e entre espécies, e de ecossistemas.
O Brasil é rico em biodiversidade, reflexo dos diferentes biomas encontrados no País. Segundo o biólogo, doutor em Ecologia e membro da Rede de Especialista em Conservação da Natureza, Fabiano Melo, o Brasil detém 15% da biodiversidade mundial e essa variedade é muito significativa, principalmente porque os pesquisadores acreditam que quase 80% dos seres vivos do planeta ainda não foram catalogados e são totalmente desconhecidos. “O grande problema é que estamos destruindo espécies que ainda não foram descritas. Uma variedade imensa de organismos vivos como plantas, bactérias, algas, fungos estão desaparecendo e a recuperação é impossível devido ao desconhecimento dessas espécies”, explica Melo.
“Para a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, as comemorações e o tema ‘diversidade biológica’ são extremamente relevantes, visto que as ações da instituição são alinhadas a prioridades nacionais e mundiais de conservação da biodiversidade, a exemplo da CDB, da Convenção da ONU sobre Mudança do Clima e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da agenda 2030”, analisa a diretora executiva da instituição, Malu Nunes.
Desde o início de suas atividades, em 1990, a instituição tem como missão promover e realizar ações de conservação da natureza. Exemplo disso são os projetos, ações e apoios que a instituição realiza com foco em todo os biomas, ecossistemas e espécies brasileiras. Segundo Malu, os objetivos da Fundação Grupo Boticário caminham lado a lado com as prioridades da CDB, a exemplo do cumprimento do Plano Estratégico de Biodiversidade para o período de 2011 a 2020, que define as Metas Globais de Biodiversidade para 2020, as chamadas Metas de Aichi.  “Podemos dizer ainda que todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão direta ou indiretamente ligados com a conservação da biodiversidade; e que ODS relacionados com a biosfera são a base que sustentam o atingimento dos ODS sociais e econômicos. Isto é, conservar a biodiversidade é essencial para a qualidade de vida de todos os seres e à economia”, enfatiza Malu.
Sugestão de temas e fontes:

  • Emerson Oliveira, Coordenador de Ciência e Conservação da Fundação Grupo Boticário, fala sobre ‘Espécies e Ecossistemas’: a importância do apoio a iniciativas de proteção à natureza que viabilizem a conservação e a geração de conhecimento sobre espécies e ecossistemas no Brasil; e como a atuação em políticas públicas, com base em dados concretos e pesquisas científicas, contribui com resultados expressivos, como a criação de Unidades de Conservação e leis municipais, estaduais e federais. Fala sobre as Metas de Aichi.
  • Fabiano Melo, biólogo, doutor em Ecologia e membro da Rede de Especialista em Conservação da Natureza fala sobre a preservação da biodiversidade: porque a diversidade biológica não deve ser vista apenas pela utilidade que esses organismos vivos podem trazer ao homem, e como é fundamental envolver a sociedade e trabalhar o conceito de serviços ecossistêmicos, interagindo com a natureza de modo sustentável.
  • Marion Silva, Coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário, fala sobre ‘Áreas Protegidas’: sobre a importância das áreas protegidas para as pessoas e para o meio ambiente, e sobre o estudo de valoração de parques que a Fundação realizou. Como exemplo, pode falar das Reservas Naturais do Patrimônio Natural (RPPN),  Salto Morato (PR) e Serra do Tombador (GO), que são laboratórios a céu aberto e ajudam na conservação e descoberta de novas espécies.
  • Cecília Kierulff, bióloga, Ph.D em Biologia pela University of Cambidge e membro da Rede de Especialista em Conservação da Natureza: fala sobre o impacto das espécies invasoras na redução da biodiversidade: como os organismos vivos que estão fora do seu habitat possuem vantagens competitivas devido a ausência de controle natural (as espécies nativas perdem espaço, gerando alterações nos ciclos ecológicos).
  • Guilherme Karam, Coordenador de Negócios e Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário, fala sobre a relação entre conservação da biodiversidade e economia: relaciona as metas e desafios da Convenção da ONU sobre Diversidade Biológica com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Destaca que, apesar de a Agenda 2013 dos ODS reconhecer a importância da proteção da biosfera, os investimentos ambientais de fontes tradicionais (como governos e filantropia) são escassos no mundo. Há a necessidade de se desenvolver mecanismos inovadores de financiamento e destravar recursos privados para a conservação, a exemplo dos negócios de impacto positivo para a conservação da natureza.
  • Tags:
  • Fundação Grupo Boticário

Notícias relacionadas

Leia mais

Sistema Positivo de Ensino lança Programa de Recomposição de Aprendizagens

Não se trata apenas de resgatar o tempo perdido. O período pós-pandêmico exige, de escolas,…

Saiba mais
Leia mais

Universidade Positivo abre inscrições para vestibular de inverno

A Universidade Positivo (UP) está com inscrições abertas para o vestibular de inverno. A prova…

Saiba mais
Leia mais

Com grandes eventos do setor, Curitiba se torna Capital da Educação em agosto

Pelo menos dois eventos educacionais de grande porte chegam a Curitiba em agosto para falar sobre…

Saiba mais
Leia mais

Malas prontas: qual medicamento posso levar em viagens internacionais?

O fim das restrições de entrada nos países com a queda dos números da covid-19 tem impulsionado…

Saiba mais

Ver todas notícias

×