Artigo: A Curitiba que muito amamos – e que tanto zoamos

[flgallery id=901 /]

Por Jacir J. Venturi, catarinense e cidadão honorário de Curitiba, é fundador do Amo Curitiba – Ações Voluntárias. É coordenador da Universidade Positivo (UP)

O curitibano de raiz ou por adoção é bem informado, culto. Em política e economia, é um liberal-conservador. Orgulha-se de sua cidade. Sobre ela dispensa críticas e humor fino, tipo inglês. É jocoso com o seu clima: Curitiba só tem duas estações, o inverno e a estação rodoviária. Ou: o verão de Curitiba é tão bom que até o inverno vem passar muitos dias por aqui. Sabe em que aquela escritora inglesa teria se inspirado para definir o título do livro Cinquenta tons de cinza? Adivinhou: nas fotos do céu curitibano, enviadas por uma amiga.

Características do fog londrino – a neblina e o ar gélido – são coisas de cidade de primeiro mundo. E, num misto de blague e didática, adverte ao turista: desembarcando na terra dos pinheirais, tenha na mala um suéter, camisa regata e capa de chuva, pois no último outono, num único dia, muita chuva, sol e uma amplitude térmica de 19º C.
O frio de Curitiba era o mote para o poeta Paulo Leminski declamar em alto e bom som, junto às mesas do velho Bar Palácio: “Rio de Janeiro é o mar, Curitiba é o bar e onde beber é legítima defesa”. E emendava, parafraseando Maiakovski: “Prefiro morrer de vodca nessa cidade a morrer de tédio”.
Um amigo, que aqui passou uma festa momesca, convalescendo de um transplante de fígado, faz chiste: o melhor do carnaval foi a música Pour Elise tocada pelos caminhões da Liquigás. E, para sua surpresa, naquele ano, muito sol em Curitiba, como uma represália às tormentas que assolaram o Litoral catarinense, para onde se aninha o curitibano típico nos feriados.
Nos anos 70, o curitibano – adjetivado de provinciano – vivia às turras com catarinenses que aqui desembarcavam, em busca da excelência das faculdades e das boas oportunidades de emprego. Namorar uma de suas belas polacas era a suprema ousadia. Vigiadíssimas pelos pais e até mais pelos irmãos, casadouras, seios fartos e naturais, fogo contido e, ante qualquer investida, fingiam brabeza. Os arranca-rabos entre “curitibocas” e “catarinas” – como pejorativamente se altercavam – foram recorrentes. Por que barriga-verde? Cada lado com sua versão, ambas nada republicanas e até bastante chulas. A etimologia tupi-guarani de curii-tyba (“muito pinhão”) sofria por parte dos catarinas uma prosaica corruptela: cu-ritiba, em que “ritiba” significava “do mundo”. Pândegas à parte, amavam-se mutuamente.
Curitiba, Cidade Sorriso? Só se for sorriso amarelo! Um raro sorriso de curitibano cura até câncer! O revide não tardou, com a construção da passarela da Vila Hauer, na Marechal Floriano, na época a via preferida de entrada dos catarinenses. A passarela em arco recebe dos nativos daqui a espirituosa alcunha de “quebra-chifre de catarina”.
E, se no meu peito bate um coração que ama, este coração jamais haverá de negar amor à terra que me deu grandes alegrias e oportunidades. Feliz e agradecido, brindo os 323 anos de uma metrópole transformada, terra de todas as gentes, referencial urbanístico. E se, lá nos anos 70, as mal-afamadas “repúblicas“ de estudantes das ruas Riachuelo e 13 de Maio abrigaram a mim e a uma horda de estudantes de outros estados, hoje a cidade se enleva como a “República de Curitiba”, cuja senha faz jus: “ventos frios sopram de Curitiba”.
 

Share:

Latest posts

a-boy-is-reading-a-book-a-child-is-reading-2023-11-27-04-50-03-utc1
Exposição gratuita traz livros infantis reinterpretados a biblioteca de Universidade
pregnant-woman-taking-pills-or-vitamins-standing-i-2024-02-27-17-35-04-utc
Só paracetamol? Por que é tão difícil prescrever medicamentos para gestantes
fitness-women-and-city-friends-running-in-street-2023-11-27-05-20-27-utc
Mente sã, corpo são: benefícios da corrida para equilíbrio mental

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

a-boy-is-reading-a-book-a-child-is-reading-2023-11-27-04-50-03-utc1
Exposição gratuita traz livros infantis reinterpretados a biblioteca de Universidade
A exposição gratuita “Diversas leituras, múltiplas vozes” chega à Biblioteca Central da Universidade...
Saiba mais >
pregnant-woman-taking-pills-or-vitamins-standing-i-2024-02-27-17-35-04-utc
Só paracetamol? Por que é tão difícil prescrever medicamentos para gestantes
Intervenção não medicamentosa pode ser saída para mulheres grávidas lidarem melhor com episódios de dor “Grávida...
Saiba mais >
fitness-women-and-city-friends-running-in-street-2023-11-27-05-20-27-utc
Mente sã, corpo são: benefícios da corrida para equilíbrio mental
A prática da corrida vai muito além do simples exercício físico. Considerando os inúmeros benefícios...
Saiba mais >
1708725294-4501-IMG-FOTOMONTAGEM-R01 (1)
Com estrutura de lazer sofisticada, Maringá ganha novo empreendimento de alto padrão na Avenida Guedner
Seen, novo lançamento da A.Yoshii, apresenta arquitetura contemporânea em localização privilegiada Com...
Saiba mais >