Artigo: A falência da atriz

Por José Pio Martins, economista e reitor da Universidade Positivo

Eu tenho três filhas. Por ver a escola não ensinar às crianças noções de comércio, contratos, finanças e tributos – assuntos que, em seu conjunto, chamo de “educação financeira” –, escrevi dois livros sobre o tema: Educação Financeira ao Alcance de Todos (2004) e Seu Futuro (2011). Embora esses livros tenham sido lançados no mercado, meu objetivo primeiro era deixar para a família orientações sobre finanças pessoais.

Penso voltar ao assunto em novo livro, projeto que venho protelando, mesmo tendo várias anotações espalhadas em rascunhos. Porém, um artigo publicado na edição de 3 de agosto de 2016 da revista Veja me sensibilizou e me instigou a começar a escrever o novo livro. O artigo trata do depoimento da atriz Joana Fomm. Aos 76 anos de idade, ela está desempregada, sem dinheiro, sem patrimônio e, como ela diz, almoçando e jantando empréstimo bancário.
Joana sofre de depressão, conseguiu vencer um câncer e, quando poderia estar gozando a vida escolhendo o que fazer, a atriz vem a público fazer um apelo desesperado por socorro. Joana não é uma atriz qualquer. É estrela de primeira grandeza, protagonizou dezenas de novelas na Rede Globo e trabalhou em filmes de sucesso. Reconhecida, aplaudida, badalada, Joana chega aos 76 anos passando necessidades. O que aconteceu?
A atriz é apenas mais uma entre milhões de pessoas que trabalham durante décadas e chegam à velhice com aposentadoria ínfima, sem emprego, sem renda e sem ativos. Muitos nessa faixa de idade não têm energia nem saúde para trabalhar, e a maioria nem tem oportunidade no mercado. Essas pessoas são vítimas da falta de reservas e/ou ativos de renda para seu sustento. Em geral, são pessoas sem educação financeira que, enquanto trabalhavam, não cuidaram de sua independência.
O depoimento de Joana Fomm é triste e comovente. A atriz teve sucesso, fama e aplauso durante meio século. Trata-se de uma pessoa boa e uma atriz querida, mas que, a julgar pela reportagem, não foi eficiente na gestão das finanças pessoais. O infortúnio que bateu na porta da atriz baterá na porta de milhões de outras pessoas. É o preço de imprevidência financeira.
Quando observo os estacionamentos das empresas e noto o padrão dos automóveis, estou certo de que, entre seus proprietários, muitos chegarão à velhice com aposentadoria mínima, sem reservas, sem renda e sem ativos. São empregados que dependem do trabalho assalariado, muitos deles gastando tudo o que ganham (ou mais) e fazendo dívidas para sustentar um padrão de vida acima de sua renda. Não contam com a hipótese de serem demitidos, de ficarem doentes ou de ficarem desempregados na velhice.
Essa postura é uma fuga da realidade, e é baseada na filosofia do “não quero pensar nisso”. Chamo essas pessoas de a “geração carpe diem” (aproveite o dia), que vivem na base da filosofia “eu quero, eu mereço” e não demonstram preocupação com habilidades em finanças e com o comportamento adequado à conquista de um futuro tranquilo. Pense que você possa estar indo pelo mesmo caminho da atriz. Mas, você não é Joana Fomm, não é famoso nem terá duas páginas da Veja para lançar um grito de socorro.
Se você não é funcionário público com garantia de aposentadoria igual ao salário integral da ativa, é melhor pensar seriamente nesse assunto e aprender com o exemplo de Joana. Um provérbio popular diz que os homens inteligentes aprendem com os erros dos outros, os normais aprendem com os próprios erros, e os estúpidos não aprendem nunca. A escolha é sua!

Share:

Latest posts

a-boy-is-reading-a-book-a-child-is-reading-2023-11-27-04-50-03-utc1
Exposição gratuita traz livros infantis reinterpretados a biblioteca de Universidade
pregnant-woman-taking-pills-or-vitamins-standing-i-2024-02-27-17-35-04-utc
Só paracetamol? Por que é tão difícil prescrever medicamentos para gestantes
fitness-women-and-city-friends-running-in-street-2023-11-27-05-20-27-utc
Mente sã, corpo são: benefícios da corrida para equilíbrio mental

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

a-boy-is-reading-a-book-a-child-is-reading-2023-11-27-04-50-03-utc1
Exposição gratuita traz livros infantis reinterpretados a biblioteca de Universidade
A exposição gratuita “Diversas leituras, múltiplas vozes” chega à Biblioteca Central da Universidade...
Saiba mais >
pregnant-woman-taking-pills-or-vitamins-standing-i-2024-02-27-17-35-04-utc
Só paracetamol? Por que é tão difícil prescrever medicamentos para gestantes
Intervenção não medicamentosa pode ser saída para mulheres grávidas lidarem melhor com episódios de dor “Grávida...
Saiba mais >
fitness-women-and-city-friends-running-in-street-2023-11-27-05-20-27-utc
Mente sã, corpo são: benefícios da corrida para equilíbrio mental
A prática da corrida vai muito além do simples exercício físico. Considerando os inúmeros benefícios...
Saiba mais >
1708725294-4501-IMG-FOTOMONTAGEM-R01 (1)
Com estrutura de lazer sofisticada, Maringá ganha novo empreendimento de alto padrão na Avenida Guedner
Seen, novo lançamento da A.Yoshii, apresenta arquitetura contemporânea em localização privilegiada Com...
Saiba mais >