Cooperativismo de crédito: preservando princípios e construindo sonhos

São 4.880 cooperativas, cerca de 19 milhões de associados e mais de 493 mil empregos diretos. Exatamente 120 anos separam a realidade dos números compilada no AnuárioCoop 2022 e a fundação da primeira cooperativa de crédito do Brasil por Theodor Amstad. Em 1902, inspirado por Friedrich Wilhelm Raiffeisen e pelo modelo alemão que oferecia a agricultores e artesãos crédito a juros mais baixos, o padre jesuíta instituiu no Rio Grande do Sul um sistema cooperativo voltado principalmente às pequenas comunidades rurais e pequenas vilas. Era a primeira cooperativa de crédito da América Latina, hoje denominada Sicredi Pioneira, e ainda em atividade. 

Entre o pioneirismo do padre Amstad e as estatísticas recentes, o cooperativismo de crédito preserva princípios. Na geração de resultados positivos, a apuração das chamadas “sobras” retorna ao associado, agregando renda também por meio de tarifas e taxas mais justas. Com a possibilidade de reinvestimento de recursos na própria cooperativa e na comunidade onde atua, o sistema tem se firmado como um contributo importante no desenvolvimento regional.

As cooperativas de crédito, na contramão dos bancos e de outras instituições, não visam lucro. Desta forma, conseguem oferecer condições mais favoráveis. O grande diferencial, no entanto, está na proximidade do relacionamento e no tratamento individualizado ao associado. Enquanto nos bancos o cliente compõe uma grande carteira, no Sicredi, os associados, independentemente do capital investido, têm o direito de participar de assembleias e votar em estratégias que definem o futuro da cooperativa.

No vaivém da história, o modelo cooperativista trazido para o Brasil pelo  padre Amstad evoluiu e ganhou novos desdobramentos como a nova Lei 196/22, que moderniza o cooperativismo de crédito no Brasil. Mais um avanço para o modelo de negócio, permitindo a melhora no ambiente de negócios por meio de instrumentos inovadores aliados ao aprimoramento da gestão e governança de cooperativas.

O crescimento do cooperativismo de crédito é exponencial em todo o País. O movimento não é diferente no interior paulista. Desde 2015, na Região Metropolitana de Campinas (RMC), a Sicredi Iguaçu PR/SC/SP inaugurou nove agências e tem uma sede administrativa em Campinas para apoiar as unidades do Estado. Entre 2020 e 2022, a cooperativa teve um aumento de 75% na quantidade de associados, um número três vezes maior que em 2019. Sem dúvida, este é o presente com um futuro promissor para ficar na história.

 

*Eleutério Benin é diretor-executivo da Sicredi Iguaçu PR/SC/SP, cooperativa que atua na região de Campinas (SP), no interior do Paraná e de Santa Catarina.

Share:

Latest posts

mice
Revista MICE Curitiba chega à terceira edição
Real estate agent Sales manager holding filing keys to customer
Redução da Selic e reforço na confiança do comprador: construtora paranaense atinge mais de R$ 4,8 bilhões de VGV em lançamentos
3713C-20220225-0157
Jardim compacto: dicas para trazer mais vida aos apartamentos com plantas

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

mice
Revista MICE Curitiba chega à terceira edição
Publicação bilíngue destaca conquistas da cidade mais inteligente do mundo e o crescimento do turismo...
Saiba mais >
Real estate agent Sales manager holding filing keys to customer
Redução da Selic e reforço na confiança do comprador: construtora paranaense atinge mais de R$ 4,8 bilhões de VGV em lançamentos
A.Yoshii registrou crescimento superior a 70% nas vendas de imóveis residenciais de alto padrão no período...
Saiba mais >
3713C-20220225-0157
Jardim compacto: dicas para trazer mais vida aos apartamentos com plantas
Em vasos no chão, estantes e prateleiras ou suspensas, elas deixam o ambiente mais “vivo”...
Saiba mais >
FK1435-1025--1---1-
Wine & cocktail bar do NH Hotel renova programação com novidades em vinhos, cervejas e cardápio
Five Lounge se consolida como destino enogastronômico com novos sabores de tapas e pratos quentes do...
Saiba mais >