Curitiba conquista dois primeiros lugares no Ranking das 50 cidades brasileiras com maior potencial de desenvolvimento

Premiação será entregue na próxima semana, no Rio de Janeiro; Ao todo, foram avaliados 700 municípios em todo País

A empresa curitibana de soluções para Cidades Inteligentes iCities é co-organizadora da segunda edição do Connected Smart Cities, evento que será realizado nos dias 8 e 9 de Junho no Armazém da Utopia, no Rio de Janeiro. Durante a conferência serão entregues os prêmios para as cidades vencedoras do concurso que avaliou 700 municípios em todo País, com base em setores como Mobilidade, Urbanismo, Meio Ambiente, Energia, Tecnologia e Inovação, Saúde, Segurança, Educação, Empreendedorismo, Economia e Governança.
Gestões acertadas em governança, urbanismo, mobilidade e meio ambiente colocaram Curitiba na terceira posição geral entre os dez municípios com maior potencial de se tornarem cidades inteligentes no Brasil. A classificação é dois pontos acima da conquistada em 2015. A cidade também lidera os rankings setoriais que avaliam indicadores de urbanismo, saltando do quarto lugar no ano passado para o topo da lista, e de governança, índice no qual manteve a primeira posição.
No ranking geral, Curitiba ficou atrás somente de São Paulo e Rio de Janeiro, primeiro e segundo colocados, respectivamente. A escalada de três posições em urbanismo se deve, principalmente, à legislação sobre operação urbana consorciada e os investimentos: são destinados para urbanismo R$ 544,69 por habitante.
Já sobre governança, os destaques são a sexta colocação na Escala Brasil Transparente, a existência de conselhos municipais em quatro dos seis temas analisados pelo Connected Smart Cities e a boa avaliação do portal da prefeitura. Dos 11 setores avaliados – além de governança e urbanismo – Curitiba está bem colocada em outros seis: Mobilidade (4º lugar), Meio Ambiente (4º lugar), Tecnologia e Inovação (8º lugar), Empreendedorismo (11º lugar) e Saúde (13º lugar). O ranking avaliou 700 cidades de todos os portes no País.
 
Connected Smart Cities
Com o objetivo de debater iniciativas para tornar as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas, o evento discutirá temas como: características de uma cidade inteligente e conectada; indicadores que devem ser levados em consideração nessa análise; o papel do cidadão no desenvolvimento de cidades conectadas, além de soluções no curto, médio e longo prazo. “Por meio do intercâmbio de informações, unimos empresas de serviços e tecnologia de ponta, especialistas, prefeituras e pessoas engajadas com a otimização das cidades do Brasil, buscando inspiração em soluções implantadas nas cidades mais inteligentes do mundo”, destaca Paula Faria, diretora executiva da Sator, empresa idealizadora e organizadora do evento.
Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, fará a abertura do Connected Smart Cities. O fórum contará ainda com a participação de Bianca Debaets, Secretária de Estado da Região de Bruxelas-Capital; Alberto Teixeira, sociólogo e professor associado da Universidade Federal do Pará (UFPA); Basílio Dagnino, coordenador do GT da norma ABNT NBR ISO 18091; Dulce Helena Cazzuni, Secretária de Planejamento e Gestão de Osasco desde 2013, André Telles, co-fundador e diretor de marketing do iCities, dentre outros especialistas.
Durante o Connected Smart Cities serão apresentados e analisados projetos em estudo ou já implementados que traduzem os diversos modelos de conectividade. Os participantes conhecerão exemplos bem sucedidos e aplicados em cidades como Curitiba (PR), Brasília (DF), Ipojuca (PE), Barueri (SP), Recife (PE), Campinas (SP), Guarapuava (PR), Rio de Janeiro (RJ). Durante os dois dias também serão discutidos temas como as políticas público privadas como aliadas dos municípios para execução de projetos estratégicos: os desafios para modelagem; Eixos e Premissas para a criação de modelagem para estruturação de projetos de cidades inteligentes; A importância da criação de políticas públicas e ferramentas de apoio para o desenvolvimento dos APLs – Arranjos Produtivos Locais; A busca por alternativas de transporte e a regulamentação das novas tecnologias; A energia como vetor fundamental para o desenvolvimento das cidades inteligentes entre outros.
 
Ranking Connected Smart Cities
Na ocasião, também será feito o anúncio das 50 cidades brasileiras com maior potencial de desenvolvimento. O Ranking Connected Smart Cities foi lançado no ano passado, em São Paulo, com uma lista das cidades brasileiras mapeadas ao longo de 2014 e que tinham, na ocasião, maior potencial de desenvolvimento. A metodologia foi desenvolvida pela Urban Systems em parceria com a Sator, a partir do levantamento das principais publicações nacionais e internacionais sobre o tema cidades inteligentes, conectadas e sustentáveis. Com base nestes estudos, foram elencados cerca de 300 indicadores, que deram origem à seleção final de 70 que eram possíveis de ser mensurados nas cidades brasileiras. A partir daí, estes 70 indicadores foram desenvolvidos e coletados em banco de dados de organismos nacionais como Ministérios, Secretarias, Agências Reguladoras, entre outros.
O conceito de Cidades Inteligentes tem como base o aproveitamento das tecnologias para ajudar a solucionar os problemas dos grandes centros urbanos e é considerado com base em 11 setores: Mobilidade e Acessibilidade, Urbanismo, Meio Ambiente, Energia, Tecnologia e Inovação, Saúde, Segurança, Educação, Empreendedorismo, Economia e Governança.
 
O ranking completo de 2015 pode ser conferido em:
http://www.connectedsmartcities.com.br/blog/2016/03/29/ranking-resultado-2015/.
 
Evento – Connected Smart Cities 2016
Data: 8 e 9 de junho
Local: Armazém da Utopia, Porto Maravilha – Rio de Janeiro
Programação: http://www.connectedsmartcities.com.br/programacao/

Share:

Latest posts

AYOSHII - SOLAIA - -Foto-Gerson-Lima-146
A.Yoshii premia imobiliárias parceiras pelo sucesso de vendas em Curitiba do novo empreendimento Solaia Garden
Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

AYOSHII - SOLAIA - -Foto-Gerson-Lima-146
A.Yoshii premia imobiliárias parceiras pelo sucesso de vendas em Curitiba do novo empreendimento Solaia Garden
Imóveis de Primeira e Invictta Imóveis Especiais foram as vencedoras da noite A construtora A.Yoshii,...
Saiba mais >
Foto: divulgação
Pesquisa revela impacto das redes sociais no desempenho escolar e no sono dos estudantes
Estudo elaborado por aluno do Ensino Médio e UFPR ouviu cerca de mil alunos Uma pesquisa iniciada como...
Saiba mais >
Paulistão Feminino ganha em 2024 o sobrenome e apoio do Sicredi, mais longevo patrocinador da Federação Paulista de Futebol Créditos: Divulgação
Feito histórico: Paulistão Feminino ganha naming rights do Sicredi e tem premiação recorde em 2024
Com patrocínio da instituição financeira cooperativa, campeonato inicia em 21 de maio com onze clubes...
Saiba mais >
Sicredi
Sicredi dobra o valor arrecadado em movimento nacional para o Rio Grande do Sul e inicia nova mobilização
Instituição financeira cooperativa também atua na linha de frente de centros de distribuição de donativos,...
Saiba mais >