Primeiro lugar geral da UFPR é de Canoinhas

Na tarde de quinta-feira (31), o jovem Gustavo Schick, de 18 anos, foi surpreendido com a ligação do reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Marcelo Fonseca, anunciando a conquista da nota mais alta do vestibular 2020/2021. Às 14h, Gustavo soube da aprovação no concorrido curso de Medicina por um amigo. “Sempre brinquei que queria o primeiro lugar, mas é muito difícil acreditar que finalmente cheguei onde eu queria. Ainda não processei o resultado, desliguei a chamada com o reitor e não acreditei”, conta. 

Com pai professor universitário e mãe artesã, o estudante de Canoinhas (SC) veio a Curitiba em 2019 para fazer o Terceirão no Curso Positivo. Em 2020, já no extensivo e com a pandemia e as aulas remotas, voltou para a cidade de origem para ficar perto da família. “A preparação foi diferente por conta das restrições impostas pela covid-19. Primeiro, pelo ambiente, longe do cursinho, mas, ao mesmo tempo, em casa, com o apoio dos meus pais. O lado emocional também impactou, já que estávamos estudando durante uma crise sanitária, política, econômica e global”, relata. 

Aprovado em Medicina via Enem na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em maio, Gustavo iniciou o curso na instituição, mas agora, com a aprovação na UFPR, o jovem já prepara a mudança para a capital paranaense. “Eu sempre tive o sonho de fazer Medicina. E meu segundo objetivo era cursar na UFPR pois, assim, consigo ficar mais próximo da minha família”, comenta. O futuro médico agradece, emocionado, o apoio dos pais, da família, do Curso Positivo e da professora de Redação, Solange. 

Os cinco melhores desempenhos no vestibular da UFPR foram de candidatos ao curso de Medicina, que foi o terceiro mais concorrido, com 57,88 candidato/vaga, atrás apenas do curso de Formação de Oficiais (CFO) da Polícia Militar do Paraná. O segundo lugar geral é da curitibana Maria Eduarda Veiga. Com apenas 18 anos, a jovem se preparou durante um ano e meio para a sonhada vaga. “Foi desafiador estudar durante o período de pandemia, a motivação foi um grande obstáculo, mas agora o resultado é recompensador”, desabafa. Gabriela Krast, também estudante do Curso Positivo, conquistou o 5º lugar geral.

Sobre o Curso Positivo

Fundado em 1972, o Curso Positivo nasceu de um sonho de um grupo de jovens professores, apaixonados pela profissão, que se uniram por um ideal: criar um curso pré-vestibular diferente, que acompanhasse os estudantes até os dias que antecediam o vestibular – algo pioneiro no Brasil, no início da década de 70. Desde então, o Curso Positivo se estabeleceu como uma instituição de destaque, registrando, historicamente, o maior índice de aprovação nos vestibulares mais concorridos das mais importantes faculdades e universidades do Paraná, bem como excelentes resultados nos exames das principais instituições de Ensino Superior do Brasil. O Curso Positivo conta com três sedes em Curitiba (PR), uma em Joinville (SC) e uma em Ponta Grossa (PR) e dispõe de uma equipe de professores com grande experiência, material didático de alta qualidade para a melhor preparação e um inovador sistema de aulas dinâmicas totalmente focado na aprovação dos vestibulandos. O Curso Positivo utiliza o Sistema Positivo de Ensino.

 O jovem comemorou a aprovação do primeiro lugar geral em casa

 Crédito: divulgação

Share:

Latest posts

Créditos: Rutenio Júnior
Shopping promove tributo à banda RBD
Crédito: Envato
Por que empresas de sucesso apostam na diversidade?
mice
MICE promove primeiro encontro para setor de Turismo de Negócios

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

Créditos: Rutenio Júnior
Shopping promove tributo à banda RBD
O Ventura Shopping realiza, nesta sexta-feira, 19 de julho, às 19h30, um tributo ao RBD como parte da...
Saiba mais >
Crédito: Envato
Por que empresas de sucesso apostam na diversidade?
Companhias que promovem a diversidade colhem benefícios como inovação, criatividade e um ambiente de...
Saiba mais >
mice
MICE promove primeiro encontro para setor de Turismo de Negócios
Evento vai reunir profissionais do setor no dia 22 de julho, às 19h, na Fazenda Churrascada Ampliar...
Saiba mais >
Comum entre crianças e adolescentes, desalinhamento dental causa dificuldades na mastigação e fala, distúrbios no sono e pode ocasionar perda de dentes Créditos: Envato
Mais de 35% dos adolescentes brasileiros possuem condição de saúde bucal que pode afetar a qualidade de vida; saiba qual
Impactos, além da estética, incluem função mastigatória e saúde das articulações A má oclusão, conhecida...
Saiba mais >