+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Setor de boxes self storages cresce 14% durante a pandemia

Postado no dia: 24 de setembro de 2020
Setor de boxes self storages cresce 14% durante a pandemia

Home office e reorganização da estrutura das empresas impulsionaram aumento na procura por locais para guardar pertences e documentos

Atividades rotineiras como trabalhar e estudar tiveram que ser adaptadas ao ambiente doméstico por causa da pandemia. Com essa nova realidade, a procura por um espaço amplo e otimizado aumentou, e uma das soluções encontradas foram os self storages. O sistema surgiu na década de 60, nos Estados Unidos, e consiste no aluguel de boxes ou containers para armazenamento de itens, móveis e objetos. A proposta se expandiu para outros países e hoje tem sido procurada como uma alternativa para quem precisa de mais espaço em casa durante a pandemia, o que reflete também no crescimento do setor.

De acordo com uma pesquisa solicitada pela Associação Brasileira de Self Storage (Asbrass) e realizada pela consultoria Brain, o total de boxes no Brasil subiu de 69.445 para 79.300 entre o primeiro e o segundo trimestre deste ano, o que simboliza um aumento de 14%. O empresário Ricardo Zonta é um exemplo de usuário que precisou do sistema durante a pandemia. “Nós iniciamos uma reforma em casa e o box foi imprescindível. Estávamos deixando o material da obra em um quarto, mas vimos que os móveis iam estragando e sujando. Eu só optei por tirar as coisas por saber que existe o self storage, pois o aluguel é mensal e cabe tudo que temos”, ressalta. 


“É muito difícil quando precisamos de espaço pra guardar coisas grandes e não temos. Se eu precisar viajar, fazer um intercâmbio, por exemplo, é mais fácil alugar um box do que vender tudo e depois voltar e precisar adquirir de novo. Esse tipo de self storage auxilia muito no estilo de vida contemporâneo, facilita em planos de mudança e até quando queremos mudar os móveis, mas não queremos nos desfazer. É uma ramificação da nossa casa”, explica Zonta. 

Segundo a gerente de operações da Espaço A+ Self Storage, Rousy Mary Rojas, os boxes passaram a ser um recurso essencial para otimizar o ambiente doméstico em tempos de pandemia. “Muitas casas tiveram que ser adaptadas para receber o home office e as aulas remotas, e os boxes ajudam nessa mudança. Móveis antigos, livros que não são usados e outros objetos podem ser colocados em um self storage. Assim, até o quarto da bagunça pode liberar espaço para um escritório ou um local de estudos”, afirma Rousy. 


A opção também têm sido adotada por empresas que fecharam os escritórios e adotaram definitivamente o modelo home office, recorrendo aos boxes para guardar  notas e documentos. Rousy ainda destaca os benefícios para as empresas online. “Com o aumento das compras por meio da internet, a demanda das e-commerces se intensificaram durante a pandemia, e muitas têm alugado o self storage para armazenar o estoque. Por ser um ambiente limpo e seguro, os boxes ajudam a garantir a qualidade dos produtos”, diz Rousy. 

Sobre a Espaço A+

A Espaço A+ Self Storage é uma rede de self storages, com unidades em pontos estratégicos de Curitiba (PR) e São José dos Pinhais (PR), que disponibiliza boxes para locação de pessoa física ou jurídica. Além da fachada moderna, os espaços possuem sala de reuniões e uma infraestrutura com corredores claros em tons de laranja e azul, sistema de controle de acesso e monitoramento 24 horas.

Todas as notícias