Super Summit Sicredi reúne mil pessoas para debater lideranças plurais

Com o objetivo de reunir e compartilhar as experiências dos integrantes dos Comitês Jovem e Mulher, o Sicredi realizou nos dias 17 e 18 de abril o Super Summit. O encontro promovido pela Central Sicredi PR/SP/RJ reuniu cerca de 1,2 mil líderes nas instituições financeiras cooperativas dos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. A iniciativa é voltada aos integrantes dos Comitês Jovem e Mulher, movimentos que têm contribuído para o fortalecimento de uma governança mais diversa, especialmente com a presença de lideranças femininas e das novas gerações no dia a dia das cooperativas de crédito e investimento.

O Super Summit foi aberto com um show de dança em alusão à força das águas – celebrando a grande foz do Rio Iguaçu. Em seguida, aconteceu o desfile das bandeiras dos 14 países representados no evento, carregadas por jovens que participam do Programa A União Faz a Vida (PUFV) – principal iniciativa  de responsabilidade social do Sicredi – e as falas do presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, e do presidente da Sicredi Vanguarda PR/SP/RJ, Aldo Dagostim. Além deles, a chair do WOCCU (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito), Diana Dykstra, também discursou sobre a força das cooperativas brasileiras.

Logo na abertura, um dos momentos mais emocionantes do encontro: um vídeo em homenagem a Adriana Conceição Barros Mêes, uma mulher apaixonada pela vida e pela cooperação, que faleceu em 2021 em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. Todos os participantes receberam um livro com a biografia da executiva, que trabalhava na Sicredi Fronteiras PR/SC/SP, mas que inspirou muita gente em seus 51 anos de vida.

A primeira palestra do dia foi da CEO do WOCCU e presidente da Fundação WOCCU (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito), Elissa McCarter LaBorde, que falou sobre a força da cooperação e do “dom” do setor ao reunir milhões de pessoas de diferentes culturas em prol de um bem comum: ajudar ao próximo. A executiva também abordou a energia do Brasil e do quanto o País representa no cenário global do cooperativismo de crédito. “Vocês, mulheres e jovens, inspiram pessoas de todo o mundo com suas iniciativas e projetos realizados, a partir dos Comitês Jovem e Mulher. E essa força pode fazer algo sobre muitos dos desafios sufocantes e desigualdades que enfrentamos no mundo”, destacou.

Após a explanação de Elissa, a representante do Sicredi na Sister Society da Rede Global de Mulheres Líderes (GWLN), Gisele Gomes, debateu com a CEO do WOCCU os principais desafios das mulheres no mundo corporativo – principalmente o de conciliar as atividades profissionais com as pessoas, como buscar as crianças na escola, honrar os compromissos familiares, manter uma vida social ativa. “Sou casada, tenho três filhos e digo que é quase impossível alcançar um ‘work life balance‘ perfeito. Tento fazer o meu melhor para equilibrar tudo isso e ainda conseguir me exercitar, cuidar da mente e alcançar bons resultados. Isso só é possível com muita dedicação e disciplina, mas, ao mesmo tempo, sabendo que não somos perfeitos e que devemos aproveitar as oportunidades do hoje, pois o tempo passa muito rápido”, argumentou.

Também no primeiro dia de evento, aconteceu a palestra de encerramento no palco principal, na Sala Grande Foz, com o especialista em inovação Arthur Igreja. Para ele, as pessoas não vão perder sua importância com a chegada de novas tecnologias, com a inteligência artificial. “O atendimento presencial ainda é essencial, por mais soluções inovadoras que surjam”, alertou. O especialista trouxe inúmeros exemplos de uso da tecnologia atrelada ao fator humano, reforçando a importância das experiências. “Seria o mesmo que as pessoas aqui do evento participassem de forma on-line com uso de óculos virtual. Não seria a mesma coisa. Nenhuma tecnologia vai substituir o presencial”, ressaltou Arthur, que completou: “O ChatGPT, por exemplo, pode ser utilizado para dar subsídio para atender um cliente, com dados atualizados sobre investimentos. Mas não vai resolver o problema de ponta a ponta.

Na abertura do segundo dia, foi realizada mais uma apresentação de dança tendo a água como cenário. “Sentimos a energia positiva dos participantes e ajudamos a inspirar as mulheres e jovens presentes ao Super Summit. É um sentimento de missão cumprida”, disse Manfred Dasenbrock, representante brasileiro no WOCCU.

O empreendedor social Daniel Paixão, que pelo projeto Fruto de Favela representa a juventude brasileira na ONU, abriu sua palestra com um cordel – manifestação da cultura popular brasileira que teve origem no Nordeste, sua terra natal. A iniciativa encabeçada por ele impacta milhares de crianças e jovens, abrindo oportunidades de geração de renda. “Por meio do Fruto de Favela afastamos essas jóias das drogas e da criminalidade. Estamos criando novos líderes e ajudando a mudar o mundo, assim como faz o cooperativismo”, destacou.

A empreendedora Sandra Chemin fez a palestra de encerramento do Super Summit Sicredi compartilhando sua experiência de atravessar o mundo e estabelecer residência na Nova Zelândia. Durante a expedição pelo mar, ela criou suas filhas e aprendeu a empreender em rede – o que rendeu o livro “Better Work Together“. Para ela, trabalhar em equipe é sempre melhor: “o que o Sicredi faz é exatamente o que acredito. Porque o poder da cooperação, da colaboração do fazer juntos é o que pode mudar o mundo. E essas mudanças não vão parar de acontecer”.

ESPAÇOS TEMÁTICOS

Além do ambiente central do evento, o Super Summit convidou os participantes a uma experiência imersiva pelas forças da natureza, inspirando um movimento de liderança baseado na diversidade e na sustentabilidade. Foram criadas quatro áreas temáticas, entre elas o Espaço Energia, dedicado ao empreendedorismo jovem e feminino e que teve como convidados diversos profissionais de destaque, como a co-fundadora e diretora-executiva da Aliança Empreendedora, Lina Useche, e o co-fundador da Escola de Criatividade, Jean Sigel.

O Espaço Vida foi palco de discussões sobre o cuidado com o meio ambiente e teve a participação da idealizadora da plataforma de educação ambiental Menos 1 Lixo e defensora da ONU Meio Ambiente pela campanha Mares Limpos, Fê Cortez. Já o Espaço Diversidade fez referência à variedade de espécies e à exuberância da Mata Atlântica, e teve como tema a inclusão, diversidade e equidade. E, para fomentar a discussão sobre etarismo e gênero no espaço, os participantes puderam assistir à palestra da comunicadora e escritora, Cris Pàz.

No Espaço Caminhos, o tema principal foi a governança com a participação de lideranças como a diretora do Programa Global Women’s Leadership Network (GWLN), do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito, Eleni Giakoumopoulos, e do diretor-executivo da Central Sicredi PR/SP/RJ, Maroan Tohmé. Também participaram dos momentos de reflexão e conhecimento o diretor do Programa de jovens (WYCUP) do WOCCU, Thomas Belekevich, a embaixadora do Rede Global de Mulheres Líderes (GWLN) no Brasil, Gisele Gomes, e a secretária executiva da Central Sicredi PR/SP/RJ, Suzane Almeida, além de representantes das cooperativas, que compartilharam seus cases de sucesso.

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento de seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Possui um modelo de gestão que valoriza a participação dos mais de 6,5 milhões de associados, que exercem o papel de donos do negócio. Com mais de 2.400 agências, o Sicredi está presente fisicamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, disponibilizando mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Site do Sicredi: www.sicredi.com.br

Redes Sociais: Facebook |Instagram | Twitter | LinkedIn | YouTube

Share:

Latest posts

WhatsApp-Image-2024-02-20-at-17.48
Exposição Traços do Cotidiano explora a beleza das coisas simples
NoahMGA - 1-
Hall de entrada: boas-vindas e impressão marcante à primeira vista
Selective focus shot of basil leaves
5 plantas que afastam o mosquito da dengue

Sign up for our newsletter

Acompanhe nossas redes

related articles

WhatsApp-Image-2024-02-20-at-17.48
Exposição Traços do Cotidiano explora a beleza das coisas simples
“Tudo pode ser transformado em arte”, afirma a artista plástica Magali Tieppo Robaina, responsável pela...
Saiba mais >
NoahMGA - 1-
Hall de entrada: boas-vindas e impressão marcante à primeira vista
Ambientes destacam-se em projetos arquitetônicos, refletindo o luxo e a sofisticação dos edifícios Não...
Saiba mais >
Selective focus shot of basil leaves
5 plantas que afastam o mosquito da dengue
Com um aumento de mais de 445% nos casos da doença em comparação ao mesmo período do ano passado, a adoção...
Saiba mais >
_- 65 - 2-
Arte da sustentabilidade: exposição gratuita apresenta itens decorativos inovadores feitos com resíduos da construção civil
Até 1.º de março, Instituto A.Yoshii destaca mais de 40 obras únicas criados nos projetos Obra&Arte...
Saiba mais >