+55 41 3026.2610

Notícias Central Press

Trindade do Sul tem considerável avanço na Educação, segundo Ideb

Postado no dia: 21 de setembro de 2020
Trindade do Sul tem considerável avanço na Educação, segundo Ideb

Município alcança melhor nota histórica no Ideb nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental e ultrapassa meta de 2021

Trindade do Sul (RS) no Ideb

Ideb 2019 Anos Iniciais: 7.1 (Meta: 5.1)
Aumento de 24,5% de 2017 para 2019

*Mantém pontuação bem acima da média nacional desde 2009 
*Alcançou 139% da meta deste ano
*Já ultrapassou a meta de 2021 
*Obteve pontuação 22% maior que a média estadual 

Os dados do Ideb 2019 (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgados na terça-feira pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação (MEC), mostraram um relevante crescimento na nota de Trindade do Sul nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com resultados maiores que a média nacional e estadual. A nota de 7.1 (em uma escala de 0 a 10) foi 24,5% maior que a de 2017 (5.7) e 39% maior que a meta estipulada para 2019 (5.1). 

Trindade do Sul também ultrapassou a meta projetada para 2021. O histórico é consistente: o município segue bem acima da média nacional desde a avaliação de 2009. A média nacional da rede pública para os anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) foi de 5.7. O município não teve notas de anos finais por não ter número de participantes suficientes para gerar os dados. 

O prefeito do município, Odair Adílio Pelicioli, conta que a melhora é resultado do investimento que vem sendo feito nas escolas municipais e na formação docente. “Investimos na modernização de nossas escolas, incentivamos a dedicação dos alunos, contamos com a contribuição dos pais e oferecemos formação continuada aos professores por meio do Sistema de Ensino Aprende Brasil, que utilizamos desde 2014 em nossas escolas, com material didático, assessorias e avaliações”, expõe. 

O Ideb foi criado em 2007 e está entre os principais indicadores de qualidade do ensino básico no Brasil. Em uma escala de 0 a 10, sintetiza dois conceitos: o fluxo escolar (a taxa de aprovação, reprovação e abandono) e o desempenho de estudantes em avaliações que medem o conhecimento em português e matemática, considerados base para as demais disciplinas do currículo escolar. O Ideb é obtido por meio da nota do Saeb (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica) e da taxa de aprovação escolar, sendo divulgado a cada dois anos.

Para Damila Bonato, gerente de marketing e produto da Editora Aprende Brasil, esses números são resultado de um bom investimento e gestão educacional apropriada em conjunto com os docentes. “A partir do momento que a escola tem amparo pedagógico e bons materiais didáticos, o estudante começa a sentir a diferença – e isso reflete nos resultados”, afirma Damila, que destaca também a média acima da nacional dos municípios que utilizam o Sistema de Ensino Aprende Brasil, que alcançaram a avaliação média de 6.0, considerando as duas etapas do Ensino Fundamental, frente à 5.1 dos municípios brasileiros.


Sobre o Aprende Brasil

O Sistema de Ensino Aprende Brasil oferece às redes municipais de Educação uma série de recursos, entre eles: avaliações, sistema de monitoramento, ambiente virtual de aprendizagem, assessoria pedagógica e formação continuada aos professores, além de material didático integrado e diferenciado, que contribuem para potencializar o aprendizado dos alunos da Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental. Atualmente, o Aprende Brasil atende 275.000 alunos em mais de 200 municípios brasileiros. Saiba mais em http://sistemaaprendebrasil.com.br/.

Todas as notícias